Ao final da tarde abafada de sábado, o momento foi de respirar aliviado no Estádio Francisco Novelletto. O risco de rebaixamento no Brasileirão Série C está finalmente afastado. E aconteceu da maneira historicamente mais simbólica possível. O goleiro e capitão, figura central de todas as conquistas dos últimos anos, Fábio, foi quem marcou os dois gols, de pênalti, que decretaram a vitória por 2 a 0 sobre o Criciúma.


Com este resultado, o Zeca chega a 20 pontos, com cinco vitórias. Números que deixam o time, restando ainda uma rodada para o final da primeira fase da competição, sem poder ser alcançado pelos adversários que estão no Z2. Já não há chances de classificação à segunda fase. O certo é que o Zeca está na Série C em 2021.


"Eu conheço e participei da construção da história recente deste clube. Agradeço muito a confiança dos dirigentes que entregaram a mim essa missão. Infelizmente não conseguimos nos classificar desta vez, mas mantivemos o São José na Série C. Foi muito trabalho para chegar até aqui, não poderíamos deixar o clube ser rebaixado", disse o técnico China Balbino ao final da partida.


O Zeca volta a campo pela Série C no próximo sábado para enfrentar o Ypiranga, em Erechim. Uma vitória garantirá mais pontos no ranking da CBF. Antes disso, porém, o Zeca encara o Riopardense, na quarta, pela Copa Ibsen Pinheiro, em Porto Alegre.



Foto: São José/Divulgação/Face

Com informações São José Futebol

Pela primeira rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o Juventude recebeu o Corinthians e ficou no 0x0. O Verdão criou as melhores oportunidades na segunda etapa para sair com a vitória, mas parou na forte marcação da equipe paulista e conquistou o primeiro ponto nesta fase da competição. O jogo ocorreu na tarde deste sábado (28/11), no estádio Homero Soldatelli, em Flores da Cunha.


O jogo


O primeiro tempo foi equilibrado no estádio Homero Soldatelli. As equipes se estudaram bastante, trocaram muitos passes, mas pouco criaram. O Corinthians tomou a iniciativa nos primeiros minutos, mas não conseguiu superar a forte marcação Alviverde. O Juventude chegou a primeira vez aos 28. Após troca de passes, Dudu recebeu no meio e bateu cruzado. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 29, saída em velocidade do Verdão, João Pedro recebeu na ponta, cortou para o meio e soltou a bomba de esquerda. Passou raspando a trave.


Se na primeira etapa poucas chances claras foram criadas, no segundo tempo o jogo ficou mais aberto e melhorou, com o Juventude criando as principais oportunidades. Aos oito, Dudu bateu falta frontal e obrigou o goleiro Guilherme a mandar para escanteio. Aos dez, Marcos Vinicios recebeu na entrada da área e arriscou a finalização, mas não pegou bem na bola. Aos 16, Theylor recebeu na área, girou bem sobre a marcação e arriscou. A bola subiu demais. O Corinthians respondeu aos 18, em finalização perigosa de Hugo, que parou nas mãos do goleiro William.


O jogo seguiu movimentado e com domínio Alviverde. Aos 19, Theylor recebeu na área e de esquerda tentou tirar do goleiro, que fechou bem o ângulo e fez a defesa. Aos 25, Nicolas tabelou com Correia e arriscou próximo a linha de fundo. A bola subiu demais. Aos 30, Dudu cobrou escanteio e Marcos Vinicios desviou de cabeça. A zaga apareceu para tirar em cima da linha. Na sequência do lance a equipe paulista puxou contra-ataque, mas Dimitri não pegou bem na bola e mandou por cima do gol.


Na última oportunidade, aos 38, Gilson aproveitou sobra no meio e soltou a bomba de fora da área. O goleiro Guilherme fez a defesa em dois tempos. Aos 44, o zagueiro Pedro ainda recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Mesmo com um jogador a menos, o Verdão soube controlar o jogo e conquistou o primeiro ponto na segunda fase da competição.


O próximo compromisso do Verdão é longe de casa. O Juventude enfrenta o Fluminense no próximo sábado (05), às 15h, nas Laranjeiras.


Foto: Gabriel Tadiotto/E.C.Juventude

Fonte: Assessoria Juventude

Um empate classificaria o Pelotas na tarde deste sábado em Santa Catarina. O time gaúcho enfrentou o Marcílio Dias e acabou perdendo por 1 a 0. O único gol do jogo foi assinalado por Daniel Pereira. O Pelotas termina a primeira fase da Série D com 20 pontos, enquanto o ponto de corte no G4 foi de 21 pontos. Se tivesse buscado o empate fora de casa, neste sábado, o time da Boca do Lobo ficaria com a vaga do próprio Marcílio, que avançou com os três pontos. O áureo-cerúleo encerra sua participação com 5 vitórias, 5 empates e 4 derrotas. Agora é pensar na temporada de 2021, o Gauchão.


Foto: Bruno Golembiewski/CNMD