"A partir da primeira vitória, o grupo iniciou uma evolução", analisa técnico do União

Após começar a Divisão de Acesso com muita desconfiança, o União Frederiquense engrenou no campeonato e terminou a primeira fase com grandes números. A equipe de Daniel Franco já obteve 69% de aproveitamento na competição, com 29 pontos, em 14 jogos disputados e, além disso, mantém a marca de 13 jogos invictos - a única derrota aconteceu na estreia da Divisão de Acesso, diante do Veranópolis. Segundo o treinador Daniel Franco, com uma equipe formada praticamente do zero, o elenco teve algumas dificuldades. Contudo, depois da primeira vitória, a equipe evoluiu sem parar.


"A primeira fase começou com uma certa desconfiança. No decorrer da pré-temporada tivemos muitas dificuldades no quesito de entendimento, metodologia de trabalho. No nosso grupo tínhamos apenas 3 jogadores que trabalharam juntos. São culturas diferentes e o nosso estado tem a peculiaridade de um futebol muito intenso, pegado. Nos amistosos não conseguimos imprimir ritmo e isso tudo. Demorou um certo tempo para ser assimilado. A derrota na estreia gerou uma desconfiança. Mas a partir da primeira vitória, o grupo teve uma evolução muito grande. Nos últimos anos o União sofreu para se manter na Divisão de Acesso, dividimos isso com os atletas e o nosso primeiro objetivo era fugir do rebaixamento. Depois chegar na zona de classificação, buscar estar entre os primeiros e ser o primeiro colocado. Isso foi atingido com mérito total dos atletas", explicou Daniel.


No primeiro mata-mata da Série A2, o União teve como adversário o São Paulo. No jogo de ida em Rio Grande, no caldeirão do Aldo Dapuzzo, os visitantes levaram a melhor. A equipe de Franco venceu por 2 a 0 e leva uma grande vantagem para a partida de volta, neste domingo, às 15h30.


"Nos preparamos muito bem para esse primeiro confronto. Sabíamos da qualidade do São Paulo e da evolução da equipe. Na semana que antecedeu esse primeiro jogo teve muito estudo, vídeos e conversas. Conseguimos sair com resultado bom, a equipe fez uma brilhante partida, consistente e com foco. Mas no vestiário falei para eles que tinha sido o primeiro tempo. Agora, domingo vem o segundo tempo. O resultado só valerá a pena se mantermos a mesma concentração em casa. O resultado positivo em casa é importante para manter os jogos decisivos do mata-mata em casa. Queria falar também que fomos muito bem tratados e recepcionados em Rio Grande, dentro de campo foi um jogo limpo e honesto. Isso é muito bom e esperamos repetir na nossa casa", declarou o técnico.


Foto: Divulgação/União