Após 37 anos, roupeiro se despede do Novo Hamburgo com homenagem na Câmara de Vereadores

Depois da sua última partida pelo Novo Hamburgo (ECNH), na final da Recopa Gaúcha, o roupeiro e grande torcedor anilado Arno Norberto Mertins, o Gringo, viveu mais um dia de muita emoção antes da sua aposentadoria. Na tarde da última quarta-feira (15), um dos personagens icônicos do clube hamburguense recebeu uma homenagem na Câmara Municipal de Vereadores, a partir de uma proposta do vereador Ricardo Ritter, o Ica. No Legislativo hamburguense, Gringo esteve acompanhado da esposa Nair Voltz e das filhas Kety e Kelin, e também do ex-presidente anilado Rosalvo Johann, o Maneca.


Emocionado, o roupeiro foi aplaudido de pé pelo público presente na cerimônia. E antes mesmo do seu pronunciamento, Gringo não conteve as lágrimas. “Sou muito chorão (brincou). Agradeço a Deus que me colocou no Novo Hamburgo. Trinta e sete anos não é um dia só. Passei por mandatos de muitos presidentes, foi muito bom. Comecei a trabalhar no campo, e um dia o Edgar Silva (ex-roupeiro), me disse que assumiria seu lugar (pausa para lágrimas). Eu disse que não sabia trabalhar e, hoje, foi meu último dia no Novo Hamburgo. Passei toda uma carreira boa no clube. Muito obrigado à Câmara pela homenagem, porque não é para qualquer um ser homenageado aqui”, declarou.


O ex-presidente Maneca agradeceu ao profissional por todos os anos de dedicação e amor ao Noia. “Hoje é realmente um dia especial. O vereador Ica está de parabéns pela ideia de trazer essa homenagem a esse homem simples, carinhoso, honesto e trabalhador. O Gringo chorou, mas nunca deixou de amar o seu clube. Ele levantava as 5 Horas da manhã, pegava ônibus e trem, e cedo as máquinas estavam roncando na sua lavanderia. Isso aconteceu tantos anos. O Noia lhe deve muito, porque se não fosse o Gringo com certeza teríamos dificuldades muito grandes de nos apresentarmos no futebol gaúcho. E o prêmio maior que o Gringo e nós tivemos foi em 2017, quando honramos nossa cidade sendo campeões gaúchos”, afirmou Johann.


“Gringo, em nome do Novo Hamburgo e da comunidade hamburguense, tenho que lhe dizer: obrigado. Talvez um obrigado seja pouco por tudo que tu dedicaste. Agora tu participarás como torcedor. Homens iguais a ti são difíceis de encontrar. Que papai do céu continue te iluminando e te dê muita saúde para viver muitos anos para torcer pelo teu Noia querido”, complementou Maneca.


O vereador Ica, responsável pelas congratulações ao roupeiro anilado, também prestou seu depoimento na Câmara. “Nós víamos (da arquibancada) todas as funções que você fazia. Não sei se isso que estamos fazendo é o suficiente pela grandeza do trabalho que tu realizaste no Novo Hamburgo, mas é uma pequena forma que temos para lembrar”, finalizou Ritter.


Fonte e Foto: Daniele Souza/CMNH