Após renúncia, Passo Fundo tem novo presidente e patrono nega fechamento

O Conselho Consultivo do Passo Fundo, liderado pelo Patrono Elói Taschetto, reuniu-se na segunda-feira (29/04) para deliberar sobre o pedido de renúncia do Presidente Selvino Ferrão, ocorrido no final de semana. Na oportunidade, foi definido por unanimidade que o 1º Vice-Presidente senhor Moisés Soares Alves assume o cargo de Presidente de acordo com as normas do Estatuto do clube. Juntamente com todo o Conselho Consultivo, definiu-se planejar o futuro do tricolor passo-fundense. “Haverá a partir de agora um planejamento a médio e longo prazo. Estamos formando uma equipe de trabalho unida e sólida e que programará os objetivos do Clube. Essa equipe já começa a planejar para o segundo semestre a Copa RS, na qual o E.C. Passo Fundo irá participar, e ainda se definirá um novo modelo de gestão de qualidade para a entidade”, define Moisés. Outro aspecto deliberado e assumido pelo novo Presidente, respaldado pelo Conselho, é o de que haverá um grande esforço e novas programações de parcerias e captação de recursos para no menor prazo possível solucionar, junto aos fornecedores do Clube, as pendências financeiras existentes. Ao termino da reunião, em tom emocionado, foi possível ouvir claramente uma expressão de alento e motivação: “Enquanto eu estiver vivo, o Passo Fundo não acaba”. A frase proferida pelo Patrono Elói Taschetto reafirma a união do grupo de conselheiros e indica o caminho que deverá ser seguido a partir de agora. Portanto, não procede o boato de que o clube estaria fechando suas portas para voltar daqui a três ou quatro anos. A reunião da segunda-feira reafirmou ao torcedor que o Passo Fundo não vai parar. Em contato com a direção administrativa, o clube afirmar que “Está em pleno desenvolvimento de um novo projeto, pois o Passo Fundo tem muitas pessoas que se doam e trabalham por ele muitas vezes voluntariamente”.


Foto: Matheus Moraes/Assessoria/Passo Fundo/Arquivo