top of page
Buscar

Atleta tem pena mantida em recurso no TJD por manipulação


O Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS) manteve por 5 votos a 4 a condenação do jogador Nikolas Farias a 720 dias de suspensão por participação em um esquema de manipulação de resultados na edição 2023 do Campeonato Gaúcho. A multa também foi mantida em 80 mil reais. O caso foi julgado no último dia 29 de julho.


Nikolas foi o primeiro atleta punido por ser citado na operação Penalidade Máxima, realizada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO). No âmbito da investigação realizada pelo MP-GO, Nikolas, que está sem clube no momento, reconheceu as irregularidades e não foi processado criminalmente. Porém, no âmbito esportivo ainda cabia punição.


No mesmo julgamento, os auditores do TJD reconheceram a nulidade da condenação solidária que lhe foi imposta ao Novo Hamburgo no pagamento da multa.


Nikolas foi aliciado pelos operadores do esquema para cometer um pênalti contra o Esportivo, no Gauchão. Em conversas de WhatsApp interceptadas pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), o jogador trata do combinado com apostadores, com recebimento de R$ 5 mil de adiantamento, além da promessa de R$ 80 mil após o ato.


Foto: Jeferson Couto/NH/Divulgação

Comments


bottom of page