top of page

Brasil-Far precisa de R$ 400 mil para jogar a Divisão de Acesso

Com risco de não jogar a Divisão de Acesso, o Brasil de Farroupilha enfrenta dificuldades na captação de recursos para a competição. Conforme o presidente Elenir Bonetto, o clube precisa de R$ 400 mil reais para fazer um time modesto, para não cair em campo. A informação foi dada durante entrevista à Rádio Gaúcha Serra, no programa Show dos Esportes.


"Hoje, para se fazer um time modesto com viagens, hotel e alimentação vai de R$ 350 a R$ 400 mil. Isso para fazer um time pensando em não cair. São custos bem elevados que envolvem a estrutura de um time profissional para jogar a competição. A gente tem muito poucos apoiadores se comprado com os outros anos. Essa é a dificuldade que estamos encontrando", declarou Elenir Bonetto.


O dirigente teme que o clube não entre em campo na Divisão de Acesso. Para o mandatário seria uma mancha na história do clube abandonar a Série A2. Além do rebaixamento, o clube seria punido com dois anos sem poder jogar competições oficiais em todas as categorias. Conforme Bonetto, muitos clubes que fecham não voltam depois.


Foto: Divulgação

2 comentarios


Carlos Louzada
Carlos Louzada
22 feb 2023

O futebol do interior está acabando e em alguns anos o futebol Europeu termina de engolir o restante do Brasil entre outros países e continentes, e mais a frente os árabes com todo poderio econômico engolem o restante do mundo.Futebol é só dinheiro, até voltar a estaca zero e recomeçar de novo.

Me gusta

frontera_ortiz
frontera_ortiz
21 feb 2023

Nada como um dia depois do outro. Lembro que a uns 8 anos, um cidadão de Farroupilha, postou no Facebook, que Guarany e Grêmio Bagé, deveram fazer dois clássicos por ano, pelo título da cidade e depois fechar as portas. Ué, mas não gostam de se achar europeus e os mais ricos do RS?

Me gusta
bottom of page