Brasil-Pel identifica torcedor no caso de injúria racial no Bento Freitas

Em nota publicada nas redes sociais, o Brasil de Pelotas informou ter identificado do torcedor no suposto caso de injúria racial contra o goleiro Adriel, do Grêmio. O arqueiro do tricolor fez uma postagem em seu Instagram relatando ter sido vítima de atos racistas durante do jogo entre Brasil e Grêmio, no último sábado, pela segunda rodada do Gauchão, no estádio Bento Freitas.


"Hoje ouvi muitas ofensas da torcida adversária. Tanto eu, como meus companheiros, e ofensas racistas: 'ei negão, vira servente de pedreiro'. Triste isso", diz um trecho da postagem do atleta.


Conforme o clube da zona sul do estado, as medidas cabíveis foram tomadas e o torcedor foi apresentado às autoridades para a investigação e possível submissão à justiça.


"O Grêmio Esportivo Brasil informa que tomou todas as providências em relação às acusações dos atos de injúrias ocorridos na partida de sábado, contra o Grêmio. O clube identificou o suspeito das ações, tomou as medidas internas cabíveis e o apresentou às autoridades competentes, a quem cabe o devido processo de investigação e submissão à justiça. Ainda, reforça que repudia toda e qualquer forma de discriminação e irá sempre orientar e ajudar para que o racismo acabe", declarou o Brasil.