Briga entre torcidas é registrada na Copa Verardi

No último final de semana, Cruz Alta e Gaúcho se enfrentaram pela Copa Seu Verardi. O confronto foi realizado no estádio Leão da Serra no domingo. Dentro de campo, o jogo transcorreu sem incidentes. A partida foi vencida pelo time de Passo Fundo pelo placar de 1 a 0.


Contudo, após os 90 minutos, uma confusão se formou entre torcedores de ambas as equipes no pátio do estádio. A reportagem da rádio Uirapuru divulgou que um grupo de torcedores da Guarda Alviverde, que acompanhava o Gaúcho, teria sido impedido de entrar no estádio com os instrumentos musicais. Posteriormente o grupo foi acomodado junto com os torcedores locais. Durante o jogo teria havido provocações mútuas entre as torcidas. Fato este que acabou culminando no conflito.


O Cruz Alta emitiu um nota negando que tenha ocorrido "uma simples agressão contra a torcida de Passo Fundo e sim algo generalizado". O clube lamentou o caso e declarou que esporte é qualidade de vida, lazer e entretenimento. "Precisamos de paz nos estádios", afirma a nota.


A direção do clube classificou a briga como um fato isolado, já que o estádio tem recebido partidas com outras torcidas visitantes sem qualquer registro de agressões.

"Em outras situações, recebemos aqui no Morro dos Ventos Uivantes clubes mais tradicionais e de maiores torcidas, como Guarany de Bagé e Santa Cruz, jamais havendo qualquer tipo de confusão. Ou seja, o que aconteceu foi um fato isolado. Os torcedores do Gaúcho não estavam no mesmo pavilhão e sim numa arquibancada móvel, sendo separados e observados pela segurança contratada e Brigada Militar", esclarece o clube.


A diretoria diz ainda estar aberta para eventuais explicações e já trabalha para identificar os envolvidos na confusão. "Se necessário, punições poderão ser realizadas e torcedores proibidos de entrar no estádio novamente", finaliza.