Cachorrão é reforço para o ataque do Zeca

Chegou nesta semana e será reforço para o ataque do São José na busca da classificação à Copa do Brasil 2020, durante a Copa Seu Verardi, o atacante Nathan Cachorrão, de 25 anos. Ele chega por empréstimo, vindo do Londrina, e está afiado.


"Venho para conseguir essa vaga na Copa do Brasil. Para mim, a chance de vir para o São josé é uma oportunidade para voltar a mostrar o meu futebol. Onde eu estava, não tive muitas chances de jogar. Aqui, vou buscar o meu espaço", diz.


Guri criado na Restinga, zona sul de Porto Alegre, Nathan ganhou o apelido de Cachorrão graças à avó, que sempre foi a sua maior incentivadora no futebol. Jogando pelas categorias de base do Internacional, o neto fez o seu primeiro gol em Grenal e, para homenageá-la, vestiu uma máscara de cachorro.


"Estava na moda na época aquela música: 'safado, cachorro, sem vergonha...', e ela sempre cantava para mim. Eu resolvi homenagear", brinca. 


O apelido pegou, mas nem sempre caiu bem. Jogando em Santa Catarina, o atacante enfrentou a ira de uma das torcidas rivais, que julgou estar sendo desrespeitada pela irreverência do Cachorrão.


O São José para Nathan Cachorrão, até hoje, foi somente um adversário nas categorias de base. Sempre um duro adversário. Agora, ele vestirá a camisa do clube, e avisa ao torcedor:

"Sou um atacante de muita velocidade e luta. Se for preciso dar carrinho para recuperar uma bola, eu dou. E gosto de fazer gols".


QUEM É ELE:

NATHAN CACHORRÃO

Nathan Athaydes Campos Ferreira

25 anos

Atacante

Natural de Porto Alegre/RS

Clubes anteriores: Internacional, Ponte Preta, Santa Cruz, Operário-PR, Brasil, Ceará, Paraná, Goiás, Caxias, Joinville e Londrina

Foto: Londrina/Assessoria/GustavoOliveira