Clube pode desistir da Divisão de Acesso 2021

O site Guia de Crissiumal trouxe uma informação que preocupa os torcedores do Tupi. O clube pode desistir de jogar a Divisão de Acesso 2021. A direção esteve reunida nesta terça-feira para debater a participação na Série A2. O campeonato vai iniciar no dia 15 de agosto e terá os mesmos grupos do ano passado, quando a competição foi cancelada devido à pandemia. Até o momento, o clube não confirmou comissão técnica e jogadores para a temporada.


O portal relata que participou de parte da reunião e nela foi ventilada a possibilidade de desistência do campeonato. O clube participou do Congresso Técnico na sexta-feira passada. O Tupi está no Grupo A junto com Glória, Veranópolis, União, Igrejinha, Passo Fundo, Brasil-FAR e Cruzeiro. A estreia está prevista diante do Glória, em Vacaria.  


Segundo a publicação, diversos pontos de vista foram apresentados pelos dirigentes durante uma longa discussão formada no início da reunião, com pontos contrários e favoráveis à participação do Tupi. Desde 2014, o time joga a Divisão de Acesso. Em 2013, a equipe foi campeã da Terceirona Gaúcha e sempre fez boas campanhas até o momento.


A principal preocupação mostrada pelos membros da diretoria são os efeitos da pandemia, especialmente os protocolos que deverão ser cumpridos e a baixa na receita em virtude da impossibilidade da presença de público nos estádios, o que para o Tupi é grande parte de sua arrecadação.


Ainda segundo o site, nos próximos dias, a diretoria vai intensificar os contatos no sentido de viabilizar patrocinadores e recursos para jogar a competição.


“Dependeremos bastante da ajuda de nossos torcedores, de Crissiumal e de outras cidades, para que nosso sonho não acabe”, destacou o presidente Alberto Biasibetti. Ele também lembrou que a diretoria não pode ser irresponsável de jogar e não conseguir cumprir com seus compromissos.


A desistência pode causar punição ao clube, pois para efeitos de julgamento, o congresso técnico é contabilizado como ponto de partida de um campeonato. Sendo assim, caso essa hipótese seja confirmada, o clube seria julgado no TJD com risco de ser punido com multa, rebaixamento e afastamento das competições oficiais da Federação Gaúcha de Futebol por até dois anos.  


Com informações Guia de Crissiumal