Deputada gaúcha é autora do projeto que destina recursos para o futebol feminino

No último domingo (23), a Seleção Feminina Brasileira foi eliminada da Copa do Mundo de Futebol Feminino, expondo mais uma vez a dificuldade da modalidade no Brasil. Logo após a derrota a jogadora Marta Silva, recordista de gol em uma Copa do Mundo, enfatizou durante um discurso emocionante a necessidade de valorizar e incentivar o futebol feminino brasileiro que sofre com a ausência de apoio e investimentos.


Em seu mandato como deputada federal Liziane Bayer (PSB) protocolou na Câmara, na terça-feira (25/06), um projeto de lei (PL 3699/2019) o qual determina que, do valor do patrocínio dado pelas empresas públicas no âmbito federal ao futebol profissional, seja destinado 5% para aplicar no desenvolvimento do futebol feminino.


Segundo Liziane com o projeto será possível fortalecer a modalidade que carece de investimentos e apoio por parte do poder público e privado. “Apesar do futebol ser cada vez mais praticado em nosso país, não há políticas públicas voltadas ao desenvolvimento do futebol feminino", explicou Liziane, que mesmo sendo apenas um primeiro passo, a proposta pretende a estruturação e o desenvolvimento da modalidade no País. 


Foto: Divulgação