Dois atletas da base do Juventude vão disputar a Viareggio Cup, na Itália

Com o intuito de proporcionar as melhores experiências e potencializar o processo de formação dos atletas das categorias de base, o Juventude emprestou dois jovens talentos ao Carrarese, da Itália, para a disputa da Viareggio Cup. O zagueiro Bernardo Toffolo, 17, e o meia Lucca Andriolli, 18, já estão na cidade de Carrara e trabalhando com o grupo que estreará na competição no dia 16 de março, diante do Parma.


A Viareggio Cup conta com 24 equipes, divididas em seis grupos. Esses grupos são divididos em duas chaves: chave A e chave B. O Carrarese está na chave A, no grupo 2, que conta ainda com Milan, Westchester United (EUA) e Parma. Os melhores de cada grupo classificam-se para as oitavas de final. O Verdão teve a oportunidade de participar da competição em 2012, quando enfrentou Atalanta, Viareggio e Aspire, do Catar.


Lucca Andrioli chegou ao Juventude em 2013, ainda na Escola de Futebol. Jogador de boa movimentação ofensiva, finalização de média e longa distância e passe refinado, o atleta foi crescendo dentro do clube, até ingressar nas categorias de base. Essa não será a primeira experiência do jovem em solo europeu. Em 2020, o meia foi convocado pela Seleção Sub-16 de Luxemburgo, onde passou por um período de treinos na Europa. Antes, quando atuava pela categoria sub-13 do Ju, passou um ano e meio no Sporting, de Portugal. Nessa temporada, disputou a Copa São Paulo.


Bernardo Toffolo chegou ao Juventude em 2018, também na Escola de Futebol e não demorou para chamar atenção pela qualidade técnica e liderança em campo. Ambidestro, o zagueiro tem como principais características o cabeceio, desarme e boa saída de bola. Na temporada passada, foi um dos destaques da categoria Sub-17 no título da 1ª Copa Água da Pedra e da 1ª Copa Gramado, onde o Juventude ficou em 3º lugar, atrás apenas de Flamengo e Palmeiras. Em 2022, o atleta fez sua estreia na Copa São Paulo de Futebol Jr.


Gerente da base, Lúcio Rodrigues comemorou a oportunidade. “A ida dos dois atletas é fundamental para o Juventude, como vitrine e como abertura de portas, para quem sabe, disputarmos a competição futuramente. Além disso, com a participação deles na Viareggio Cup, ganhamos notoriedade no mercado Europeu, para que outros clubes do velho continente vejam o Juventude como formador, facilitando nossa entrada em um novo mercado e criando ativos extremamente valorosos. Para os meninos, será uma experiência ímpar, de muito valor”.


Foto: Divulgação/Juventude