Emissoras de rádio não puderam transmitir 30 minutos do Bra-Pel

A bola rolou pontualmente às 15h no estádio da Boca do Lobo para um dos maiores clássicos do interior do estado. Já que não há público no estádio, os torcedores ficaram nas telas do computador e do celular. Da mesma forma, as emissoras de rádio, pois elas não tiveram acesso aos estádios na volta do futebol. Essa situação foi definida no protocolo da Federação apresentado ao governo do estado. Apenas o repórter da emissora detentora dos direitos de transmissão e fotógrafos têm acesso aos estádios.


Contudo, neste sábado, a partida marcada dois minutos e nada das imagens na internet. A emissora responsável pela geração publicou uma nota. "Por problemas técnicos, a transmissão ainda não pode ser iniciada. Estamos solucionando o problema".


Enquanto isso, as rádios ficaram às cegas. Narradores, repórteres e comentaristas não tinham como transmitir aos torcedores da dupla Bra-Pel. As informações eram atualizadas apenas pelas redes sociais de Brasil e Pelotas.


Apenas aos 30 minutos do primeiro tempo o problema foi solucionado e as imagens disponibilizadas na internet. Assim, as rádios e torcedores puderam acompanhar o clássico do interior, que terminou com vitória do Pelotas por 2 a 1. Até a publicação desta matéria, a Federação Gaúcha de Futebol não havia se manifestado sobre o ocorrido.