Entrevista: Gerente do Real confirma participação na Copa Verardi

O Real Sport Club irá jogar a Copa Verardi. A confirmação foi dada pelo gerente de futebol do clube, Fernando Sena, em entrevista ao site peleiafc.com. Neste ano, o clube participou da Terceirona Gaúcha, chegando as quartas de finais. A equipe do litoral norte do estado foi eliminada pelo Santo Ângelo, que disputou uma das vagas ao Acesso com o Brasil de Farroupilha. Conforme Sena, o foco do clube é a formação de atletas.

"Real Sport club foi formado pelo meu pai Eduardo Sena e tem como objetivo principal a formação de atletas, isso já está no DNA do clube. Já formamos atletas como Jucilei (São Paulo), Marlon Freitas ( ex-Fluminense), Roger Ibanez (ex-Fluminense) agora no Atalanta da Itália. Mas vejo a campanha que fizemos uma campanha muito sólida com os objetivos, alguns alcançados. Almejamos subir sim ano que vem. Vamos mais fortes e está servindo para amadurecimento e tempo para consolidar a estrutura física do clube", declarou o dirigente.


Segundo Fernando, atualmente o Real não joga na sua cidade sede, Capão da Canoa, devido as questões de liberação do estádio junto ao Corpo de Bombeiros. Assim, a equipe tem que mandar seus jogos na cidade da Tramandaí no complexo esportivo.


"Agradecemos a cidade de Tramandaí por ceder o estádio, pois o Real é o clube do litoral", contou.


Em 2018, o Real também disputou a Copa Wiany Carlet. Mantendo a ideia de continuidade do trabalho, Sena revelou que a comissão técnica está há 15 anos trabalhando no clube. Ele acredita que esse é o grande segredo do sucesso do Real, o planejamento.


Fernando Sena é ex-jogador de futebol profissional. Ele pendurou as chuteiras e virou gerente. Ele revelou que a mudança de rumo na carreira veio também devido ao seu pai, que está há 17 anos trabalhando no futebol. Como atleta, Sena atuou pelo Juventude, Peñarol, São José, Aimoré, Glória e, por último, União Frederiquense.


"Quando jogava sempre fiz faculdade de Administração. Me formo em um ano, e então tomei essa decisão para ajudar a potencializar o Real com a minha vida prática e agora me capacitando teoricamente. Vou fazer gestão esportiva, e nessa caminhada fiz alguns curso junto à CBF e TMS da FIFA para transferências internacionais. O Real é um clube que Deus nos deu a honra de estar entre família, e estar fazendo oque amamos" finalizou.



Fernando Sena na direita de Azul

Foto: Arquivo/Pessoal