Entrevista: Webserie de Duda Garbi no Zeca estreia na próxima semana

Quem nunca sonhou em ser jogador de futebol? E quando a realização deste sonho vem acompanhada de muita história boa para contar, aí o resultado aparece na tela, com direito a emoção, curiosidade e um pouquinho de bom humor também. A partir da próxima quinta, dia 25, estará no ar a websérie "Duda vai a Campo - Bastidores do Futebol Raiz". Serão sete capítulos apresentados no canal do Duda Garbi no youtube.


Quando o Eduardo Mancuso Garbi, opa, Duda Garbi, aos 37 anos, se apresentou à comissão técnica na pré-temporada do São José, o primeiro recado foi do preparador físico, Martinho Inácio. Mas era um recado ou uma ameaça?


"Não espera que eu vou aliviar. Entenda que não vai ser suave. É um sacrifício, porque eu não tive base, não tenho memória muscular, mas surpreendentemente, tô aguentando uma carga de treino que eu achava que não iria aguentar", conta o Duda.

ENTREVISTA AO SITE DO ZECA


Quando tu tiveste a ideia de fazer a websérie, o que tu esperavas encontrar no ambiente interno do futebol? E o que encontrou te surpreendeu em algum aspecto?

Duda Garbi: Eu imaginava como seria. Joguei várzea por muito tempo e convivo com o futebol. Mas fui surpreendido mesmo com o ambiente que existe no vestiário. O quanto o resultado positivo ou negativo transforma o dia a dia dos atletas. Por mais que o grupo seja bom, às vezes um resultado negativo influencia muito no trabalho dos caras. E aí vem uma vitória e a mudança é gigante. O ambiente do futebol é uma montanha russa, e isso torna muito difícil gerir o clube e um grupo com tantas pessoas. E no Zeca, onde cada jogador quer mesmo buscar um lugar ao sol, isso é muito intenso.


Aqui no São José, existe uma tradição de que, quem passa a conviver no clube, inevitavelmente se torna um torcedor. E tu, já foste enfeitiçado?

Duda Garbi: Já tô completamente envolvido no clube. Me sinto torcedor afu. Já me peguei xingando os meus companheiros assistindo o jogo para chutar, passar, tocar a bola. É mesmo impressionante como esse clube é carismático.


A vivência no futebol era um sonho teu, mas exige uma série de sacrifícios, né. O que mudou na tua rotina desde a pré-temporada?

Duda Garbi: Tenho acordado muito mais cansado, mas tenho dormido bem. É necessário para poder render no dia seguinte. Tento comer mais para ganhar massa muscular. É um sacrifício, porque eu não tive base, não tenho memória muscular, mas surpreendentemente estou aguentando uma carga de treino que achei que não aguentaria.


A série terá 7 capítulos. Dá um spoiller para nós.

Duda Garbi: Serão 7 capítulos, com estreia dia 25, na quinta, às 19h. Sempre vai ter um episódio inédito, e durante a série, alguns conteúdos extras também lá no canal. E lá vai um spoiller: vamos vender uma camiseta minha, com meu nome. A série nada mais é do que a junção de um sonho de ser jogador de futebol com histórias que este meio do futebol não conta. Será uma possibilidade de mostrar bastidores normalmente muito guardados.


Imagem: Reprodução/Duda Garbi/CanalYoutube

Fonte: São José Futebol