Fórmula do Gauchão deve ser similar a de 2008, segundo Novelletto

A fórmula do Campeonato Gaúcho de 2020 sofrerá reformulação. Durante entrevista a Rádio Caxias, na última segunda-feira, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol confirmou a renovação de contrato dos direitos de transmissão do Gauchão até 2022. Na fala, Francisco Novelletto também revelou que a fórmula será diferente, similar a de 2008/2010.


A medida atende aos interesses da televisão, que deseja um campeonato mais emocionante. Devido a falta de interesse em alguns estaduais, a existência dos campeonatos chegou a estar ameaçada, pois não eram atrativos para a emissora detentora.


Para dar mais emoção, a fórmula será outra. Atualmente, os doze clubes da Série A do Campeonato Gaúcho disputam um turno único, com os oito melhores passando para o mata-mata e os dois últimos são rebaixados. Seguindo a ideia lançada pelo presidente, em 2008 o Gauchão foi disputando em dois grupos de oito times. Com a atual redução, seriam dois grupos com seis clubes, sendo os últimos de cada lado rebaixados, assim como 2008. Resta saber quantos passariam para a fase de mata-mata.


"Claro que vai ter uma mudança no campeonato. Uma mudança que já acontecia o campeonato dessa forma e nós vamos voltar o que era em 2008, 2010", disse Novelletto à Rádio Caxias.


Vale destacar que neste ano, Noveletto chegou a lançar uma fórmula mais drástica. Inclusive, a sua ideia era ter a dupla GRE-NAL e mais o Brasil de Pelotas entrando em uma fase posterior do Gauchão e o campeonato começando mais cedo para os demais clubes do interior.


Agora resta esperar o congresso técnico, que ainda não tem data divulgada, para saber como será o Gauchão de 2020.


Foto: Twitter/Brasil/Divulgação