Federação vai arcar taxa de arbitragem da Copinha

O regulamento da Copa Ibsen Pinheiro foi divulgado na última sexta-feira, no site da Federação Gaúcha de Futebol. No documento oficial sobre o campeonato, a Federação confirma o pagamento de algumas despesas para auxiliar os clubes. Assim como ocorre na Divisão de Acesso, a entidade vai bancar as taxas de arbitragem, pagas a cada profissional escalado para o jogo. Além disso a entidade vai isentar os clubes das despesas administrativas para o registro de 15 atletas. Os clubes também vão receber duas bolas.


PARÁGRAFO QUARTO – A FGF arcará com as seguintes despesas:

1) Taxas de arbitragem, exceto impostos;

2) Despesas administrativas da FGF para registro de até 25 (vinte e cinco)

contratos de atletas;

3) Duas bolas por jogo;

4) Taxa de Administração da FGF no percentual de 10% (dez por cento)

sobre o valor bruto do total da renda, que nessa competição gozará de

isenção, no período em que os jogos ocorrerem de portões fechados.


Foto de capa: Lucas Figueiredo/CBF