Funcionário do Caxias envolvido em agressão ao árbitro pede demissão

Um dos envolvidos na agressão ao árbitro Lucas Bellote, no jogo de quarta-feira, entre Caxias e Botafogo, válido pela Copa do Brasil, é funcionário do clube da serra gaúcha. Diogo Aver, gerente administrativo, entrou no gramado após a partida e agrediu o árbitro com um tapa no rosto e uma joelhada por trás.


O fato foi registrado em súmula e pode gerar uma punição ao clube em caso de denúncia do STJD. Na sexta-feira pela manhã, durante entrevista coletiva, o Aver pediu demissão.


"Estou com meu coração em pedaços. Sempre garanti pela segurança dos árbitros no estádio, mas infelizmente perdi o controle. Sei que errei e me arrependo. Também sei que o que aconteceu no gramado pode representar o encerramento das atividades em breve. Deixei a minha paixão falar mais alto que a razão, pois nada justifica a violência", afirmou o profissional durante à imprensa.


Segundo informações da Rádio Caxias, o Caxias será denunciado pelo STJD e pode perder mandos de campo para a Série D do Brasileiro, além de multa que pode chegar a 100 mil reais. Três jogadores foram expulsos e também devem pegar um gancho, pois o juiz relatou em súmula agressões.


A direção grená anunciou que está fazendo um compilado com os erros de arbitragem. O documento será enviado a CBF e comissão de arbitragem.


Foto: Caxias/Divulgação/Facebook