Goleiro que ajudou a construir leitos de hospital na pandemia recebe doações de amigos

Na semana passada, o site peleiafc.com trouxe o drama vivido pelo goleiro Jonatas Cunegatto. Ele já vestiu a camiseta de clubes tradicionais do interior, como: Rio Grande, Pelotas, Juventude, Avenida, Tupi, São Luiz e Esportivo. Após 25 anos dentro dos gramados, o ex-arqueiro não pode mais trabalhar. Aos 41 anos, ele passa por um grave problema de saúde.


Devido ao excesso de anti-inflamatórios em sua carreira, Jonatas está com os rins comprometidos e trava uma batalha para voltar a sustentar sua família. Jogadores e amigos se mobilizaram nas redes sociais e uma campanha para angariar recursos está em andamento. Quase 20 mil já foram arrecadados em doações por PIX em duas contas de atletas que estão engajados na causa, como Jésse Costa (Nubank PIX: jesse_costa_@hotmail.com) e o meia Athos (Nubank PIX: athosdalasta@hotmail.com).


Em meio a crise da pandemia, o goleiro Jonatas foi um exemplo. Em março de 2020, quando atuava pelo Esportivo, ele ajudou de forma voluntária na construção dos novos leitos hospitalares que foram destinados aos possíveis casos de coronavírus na cidade de Bento Gonçalves. No total foram construídos 40 leitos para auxílio de pacientes com Covid-19. Com a paralisação do Gauchão, o jogador, natural de Santo Ângelo, decidiu colocar a mão na massa fora das quatro linhas.


DESCOBERTA DA DOENÇA


Em 2020 após o campeonato Gaúcho, Jonatas parou de atuar profissionalmente. Ele foi morar em Balneário Piçarras, Santa Catarina. No estado vizinho, o goleiro tem o sonho de criar um projeto para jovens goleiros com uma escolinha.


Após participar de uma tradicional "pelada de final de semana", Jonatas começou a sentir fortes dores no tornozelo, inclusive não conseguia pisar no chão. Após ir ao médico e realizar exames, foi descoberto o problema de falência dos rins. Exames mais específicos mostraram que apenas 13% dos rins do goleiro estão funcionando. Uma vez por mês, o meia Athos vai até a casa de Jonatas ajudar o amigo. Athos conversou com peleiafc.com.


Jonatas está com dificuldades para caminhar. O pouco que consegue é com uso de muletas e cadeiras de rodas, quando tem que sair de casa. Ele tem o acompanhamento de uma nutricionista e faz fisioterapia. Somente com suplementos são mais de R$ 600 mês. Com diversos gastos no tratamento, ele necessita de ajuda financeira.


Se ele chegar aos 11% de funcionamento dos rins, precisará fazer hemodiálise duas vezes por semana. Por isso, a importância do tratamento e o apoio dos amigos para o goleiro reverter esse quadro.


Foto: Gilberto Júnior/Secretaria de Saúde/Divulgação