Inter de Santa Maria solicita à prefeitura a liberação de torcedores no Estádio


No próximo final de semana, o Internacional de Santa Maria estreia na Copa Ibsen Pinheiro contra o Santo Ângelo, no estádio Presidente Vargas. A partida está marcada para domingo, dia 8, às 15h30.


Pensando na Copinha, a direção do Inter SM encaminhou uma solicitação à prefeitura de Santa Maria. O clube pleiteia a liberação de 30% da capacidade do estádio, cerca de 2 mil pessoas.


"Pedimos à prefeitura, fizemos um protocolo para recebimento de público. Seria 30% com regras. Por exemplo, não venderíamos ingresso na hora, só antecipado, cada pessoa receberia um par de luvas, uso de máscara, uso de álcool em gel nas mãos e calçados. Os sócios só pediriam autorização na secretaria. Seriam 200 pessoas na cadeiras, 150 no Pavilhão B e 1.500 nas arquibancadas gerais. O clube precisa arrecadar, precisa de recursos", comentou o presidente do Inter SM, Jauri Daros.


O dirigente reforçou que o clube precisava jogar a Copinha, pois manteve o contrato com os jogadores da Divisão de Acesso, além da possibilidade de conquistar uma vaga na Copa do Brasil, que pode render R$ 500 mil.


A solicitação do Inter SM tem como base o decreto do governo do estado, publicado no final do mês de outubro, que libera público em eventos com ambiente aberto, com consumo de alimentos ou bebidas. A norma do estado limita em 40% o número de pessoas levando em consideração o Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI), respeitando o teto de ocupação de oito metros quadrados por pessoa e distanciamento estabelecido no modo de operação.


Um fator pode complicar a ideia dos dirigentes do Inter SM. O decreto do estado libera a presença de público em eventos nas cidades que autorizaram e que estão no processo de volta das aulas presenciais. A condição foi estabelecida como forma de elencar uma prioridade na retomada de atividades.


Em Santa Maria será liberada a partir de segunda-feira a realização de plantões pedagógicos, sem aulas presenciais, mas esse fato pode se enquadrar no "processo de retomada". A cidade também tem que estar há 14 dias seguidos sem bandeira vermelha ou preta. Santa Maria vai para terceira semana já em bandeira laranja.


O site peleiafc.com encaminhou um e-mail a prefeitura de Santa Maria solicitando informações sobre o pedido do Inter de Santa Maria e quando será analisado pelo poder público. Aguardamos a resposta do executivo municipal.


Mesmo obtendo a autorização da prefeitura, o Inter de Santa Maria não poderá abrir os portões de imediato. Procurado, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) contou que caso o clube consiga a liberação, a entidade vai convocar um novo congresso. Segundo Luciano Hocsman, a definição terá de ocorrer por maioria de todos os participantes da Copinha.


"Nesse caso, chamaremos um novo congresso para a maioria ter essa definição. As competições nacionais têm seguido esse padrão", comentou o presidente da FGF.


A Copa Ibsen Pinheiro tem 11 equipes, divididas em dois grupos. A primeira fase é turno único. Passando ao mata-mata, os dois primeiros, em jogos de ida e volta. Apenas o campeão terá vaga na Copa do Brasil.


Foto: Tiago Nunes/Arquivo/Peleia FC