Investigação: Novelletto se manifesta sobre notícia publicada em veículo nacional

Nesta semana, o site UOL divulgou a informação da instauração de um inquérito pela Polícia Federal envolvendo supostos atos praticados na gestão da Federação Gaúcha de Futebol referente a um processo trabalhista. O presidente da entidade, Francisco Novelletto se manifestou através de nota. Ele declarou estar absolutamente tranquilo quanto a apuração em curso pelo órgão.


"Somente hoje, após pedidos de meus advogados, tive conhecimento de que a instauração teve origem em notícia crime enviada pelo Ministério Público do Trabalho sobre suposta fraude praticada para descumprir decisão judicial proferida contra a FGF. A notícia se baseia em relatório já rejeitado em primeira instância da Justiça do Trabalho. Este material, produzido pelo próprio MPT, órgão que me acusa, estaria corroborado pelas palavras de um declarante que possui manifesta inimizade para com a minha pessoa e interesses contra a FGF, contra quem ajuizou processo na Justiça do Trabalho", contou o dirigente.


O dirigente ainda afirma que é natural que um dirigente de uma entidade do meio futebolístico esteja mais exposto a críticas. Novelletto ainda depositou total confiança na Polícia Federal e no Poder Judiciário para esclarecer os fatos.


"Quando os interesses se confundem, misturando-se sentimentos pessoais com o dever de colaborar com Justiça, é primordial que as instituições atuem para restaurar os direitos e deveres. Deposito minha confiança na Polícia Federal e no Poder Judiciário, que saberão esclarecer os fatos e coibir que interesses pessoais ou paixões conduzam a atentados graves contra a reputação de pessoas inocentes", declara o atual presidente da FGF.


A própria Federação também se manifestou na pessoa do vice-presidente Luciano Hocsman, futuro presidente da FGF. A entidade disse que sempre se colocou à disposição das autoridades para o esclarecimento de quaisquer fatos.


"A Federação Gaúcha de Futebol nunca atentou contra quaisquer direitos trabalhistas e continua cumprindo fielmente seu propósito institucional", diz a entidade.


Foto: Karine Viana/Palácio Piratini