JUVENTUDE AVANÇA NA COPA DO BRASIL E FATURA 1,45 MILHÃO

Com Corredor Jaconero na recepção dos atletas, o Juventude fez um jogo de excelência na noite desta quinta-feira (28/02). Com personalidade e muita dedicação, o Verdão venceu o América (MG) por 2 x 1 e garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Genilson, de pênalti e Breno garantiram o resultado importantíssimo para o clube e para o grupo de jogadores.

Agora, o desafio na competição é diante do Botafogo (RJ), num reencontro entre as duas equipes que fizeram a final do torneio em 1999. As datas dos confrontos ainda serão divulgadas pela CBF.

A chegada da delegação já mostrou que seria uma noite especial. Mais de 300 Jaconeros se reuniram em frente ao portão 02 do estádio Alfredo Jaconi e recepcionaram o ônibus. Foi o pontapé inicial de um jogo em que praticamente tudo daria certo.

Com muita garra durante os noventa minutos, o Juventude soube controlar o jogo e suportar a pressão quando necessário. No primeiro tempo, a equipe do técnico Luiz Carlos Winck trocou bons passes e mesmo sem muitas chances de gol, controlou o América, que não levou perigo ao gol de Marcelo Carné, embora mostrasse bom volume ofensivo. Aos 47, Breno tabelou com Dalberto, que cruzou rasteiro. No carrinho para afastar, Leandro Silva tocou com a mão na bola. Pênalti para o Verdão. Genílson bateu com força e abriu o placar. 1x0 e fim do primeiro tempo.

O juiz mal apitou o início do segundo tempo e o Juventude trato de ampliar. Com 30 segundos, Braian Rodriguez recebeu passe na entrada da área e tocou de letra para Breno. O atacante dividiu com o goleiro, ganhou e, livre, mandou para o fundo das redes. 2x0, para explosão da Papada.

Foto: Arthur Dallegrave/E.C.Juventude

Perfeito no sistema defensivo e efetivo no ataque, o Ju dominava a partida por completo. Aos 16, Bruno Camilo cruzou na medida e Mateus Santana cabeceou forte. Fernando Leal fez boa defesa. Aos 25, o América Mineiro chegou com perigo. Sávio foi lançado, mas Carné, sempre seguro, saiu bem e ficou com a bola. O time de Minas Gerais descontou aos 42. Após contra-ataque, Jonatas Belusso ingressou em velocidade na área e caiu. A arbitragem assinalou pênalti, apesar dos protestos. Belusso cobrou e descontou. 2 x 1. Apesar do gol, o Ju seguiu seguro e manteve o resultado que garantiu a classificação.

Agora, o Verdão volta suas atenções para o clássico Ca-Ju. A partida ocorre no dia 10 de março, no estádio Alfredo Jaconi.