Juventude estreia no Jaconi e Brasil fora na abertura da Série B do Brasileirão


Na tarde de sexta-feira (28), representantes dos 20 clubes que participam da Série B do Campeonato Brasileiro se reuniram na sede da CBF para o Conselho Técnico da competição. Durante a reunião, foram debatidas normas para a disputa da competição.


Assim como na última quinta, no Conselho da Série A, a sessão foi aberta pelo Presidente da CBF, Rogério Caboclo, que deu as boas vindas aos presentes, ressaltou o aspecto democrático da reunião e destacou o histórico alto nível de disputa da competição. Na sequência, o Diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, iniciou a leitura dos tópicos.  O Conselho da Série B seguiu diretrizes definidas para a Série A na última quinta. Com isso, na Série B 2020 também ficou proibida a venda de mandos de campo. Cada clube poderá inscrever um total de 40 atletas no Campeonato Brasileiro até o dia 3 de agosto, com mais oito trocas na lista até o prazo definido do dia 21 de setembro. Nos demais aspectos, a Série B segue com os mesmos moldes da temporada passada.  O Departamento de Competições da CBF apresentou dados sobre a realização da Supercopa do Brasil, as campanhas de respeito à arbitragem e de fomento ao público nos estádios. O Diretor de Registro, Transferência e Licenciamento de Clubes, Reynaldo Buzzoni, apresentou as regras de licenciamento para a disputa da competição, com destaque para a implementação do programa de o fair play financeiro. Os dirigentes receberam a tabela da Série B enquanto deixavam a reunião e conheceram todos os 380 jogos e sua ordem na competição. A Série B está marcado para começar no primeiro fim de semana de maio. A data-base para a primeira rodada é nos dias 1º, 2 e 3 de maio, enquanto a última rodada do Campeonato Brasileiro deve ser disputada no dia 28 de novembro.


O Secretário-Geral da CBF, Walter Feldman, foi ao saguão da Casa do Futebol Brasileiro após a reunião e concedeu entrevista coletiva.


- Foi uma reunião bem serena, tranquila, democrática, participativa. O pessoal falou bastante, mostrou como tem evoluído principalmente a questão de logística. E nós definimos, talvez, de grande mudança, a questão do mando de campo. A Série B seguiu a decisão tomada ontem no Conselho Técnico da Série A, de proibir a venda do mando de campo, assim como a série A fez - afirmou.


A reunião também definiu os presidentes de Avaí, Francisco Battistoti, e Paraná, Leonardo Oliveira, como os representantes dos clubes da competição na Série B. Ernesto Garcia, presidente do Oeste, será o suplente.


Confira a Primeira Rodada da Série B:

Cruzeiro x Botafogo-SP CSA x Guarani Avaí x Náutico Oeste x Chapecoense Ponte Preta x América-MG Operário x Figueirense Juventude x CRB Vitória x Sampaio Corrêa Confiança x Paraná Cuiabá x Brasil


Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Texto: Assessoria CBF