top of page

Lisandro Leite cria setor para valorizar a base do Aimoré

Por Juliano Palinha


Desde sua chegada na coordenação geral da base do Aimoré, Lisandro Leite tem buscado estratégia para valorizar cada vez mais o trabalho desenvolvido no clube e mecanismo para proteger os meninos do assédio de empresários e grandes times.


Lisandro está criando agora um setor de relacionamento comercial para valorizar e proteger a base aimoresista. O projeto consiste em criar um sistema com nomes, idade e posição de cada menino. “Queremos criar um mecanismo de proteção e também de aproximação com clubes de ponta do cenário nacional para transferência de talentos, o que pode render benefícios financeiros para o Aimoré”, explica o coordenador.


Com esse mecanismo em mãos Lisandro Leite acredita que o clube leopoldense sai na frente na valorização do trabalho aplicado na aldeia. “Teremos uma pessoa para cuidar deste relacionamento comercial. Começamos a partir daí proteger os nossos jovens atletas e garantir ao clube uma possível negociação financeira. Hoje não temos nenhum gatilho para conter o assédio de clubes e empresários”, reforça.


O coordenador diz que o sistema está sendo implementado ainda, mas será uma rede de três ou quatro pessoas que estarão na rua e em outros clubes prospectando e mostrando o projeto. Lisandro garante que o clube índio será referência no relacionamento comercial para valorizar atletas de base.


Foto: Dudu Artys/Aimoré

bottom of page