Novelletto vende a rede Multisom

O presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelletto vai focar a sua vida na CBF no Rio de Janeiro. O mandatário deixa a FGF em dezembro deste ano. Ele foi eleito um dos vice-presidentes da entidade na gestão Rogério Caboclo. Nesse primeiro momento, ele assume o projeto de reestruturação das categorias de base da Seleção Brasileira junto com o ex-jogador gaúcho Branco. O Brasil sub-20 não se classificou para o mundial da categoria e ficou atrás até da Venezuela.


Fora dos gramados, o empresário catarinense que fez sua vida no Rio Grande do Sul, Novelletto negociou a venda da sua rede de lojas de eletrônicos. Conforme informação divulgada pelo Jornal Comércio, especializado no ramo, a Multisom tem 83 lojas no varejo gaúcho. O novo dono é de Santa Catarina. A rede Schumann, com sede em Chapecó assume as ações da Multisom. A ideia inicial é manter o número de lojas, o nome da marca e os cerca de 800 funcionários. A loja catarinense é do mesmo ramo, mas tem um diferencial que vende também móveis e a linha branca. Conforme o jornal, o lucro da empresa gaúcha no ano passado chegou aos R$ 400 milhões.


Novelletto ainda não se manifestou oficialmente sobre a venda, mas em menagens a um dirigente de um clube do interior, que o site peleiafc.com teve acesso, ele declarou que se sente libertado, pois não é fácil empreender no Brasil. "Me sinto um pássaro preso há 35 anos e alguém abriu a gaiola. Num país de pura corrupção e sacanagem ser empresário é ser um artista", contou sobre a dificuldade de ser empreendedor no país.


Em entrevista ao grupo NSC, de Santa Catarina, André Schumann, presidente da rede afirmou que entre as razões que o motivaram a compra da Multisom está, principalmente, o fato de a marca Multisom ser muito consolidada no Rio Grande do Sul e em boa parte de Santa Catarina.


Imagem: Site/Reprodução/Multisom