Novo Tite? Caxias aposta em técnico jovem e de perfil estudioso para alcançar o acesso


O título do Campeonato Gaúcho de 2000 mudou a carreira do técnico Tite pelo Caxias. Depois da conquista, ele ganhou o cenário do futebol brasileiro. Após 22 anos, surge no Estádio Centenário um técnico de perfil semelhante, estudioso e que não foi jogador. O Caxias aposta em Luan Carlos, de 29 anos, para conquistar o objetivo do tão sonhado acesso à Série C do Brasileirão.


Apesar da pouca idade, o profissional começou no futebol com 14 anos como auxiliar de rouparia em Goiás. Aos 23 anos, já comandava pela primeira vez um time profissional, o Novo Horizonte. Enquanto o grená comemorava a conquista em 2000, Luan Carlos tinha apenas oito anos em Ipameri (GO).


Como não foi jogador, Luan entrou no futebol pelo meio acadêmico. Ele começou aos 16 anos a faculdade de Educação Física. Na sequência, se especializou em Fisiologia e Psicologia do Esporte. O treinador é um leitor voraz. Gosta muito de ler obras ligadas ao futebol. Tem livros de Pep Guardiola, Mourinho, Jorge Jesus e Abel Ferreira, um dos técnicos que admira. Seu dia começa cedo com um bom café e um livro.


DUAS FINAIS


Com apenas 29 anos já foi duas vezes vice-campeão estadual. Em 2020, o treinador chegou à final do Campeonato Goiano. Com o Goianésia, o time disputou o título contra o Atlético-GO. Após empate em 1 a 1, o título ficou com o Atlético nos pênaltis. Na preleção da final, o comandante entregou o livro "O Pequeno Príncipe", do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, ao elenco. Apesar de ser conhecida como uma obra infantil, o livro é "filosofia de ponta a ponta", conforme Luan.


Dois anos depois, o treinador chegou novamente em uma decisão. Na atual temporada, assumiu o Camboriú com foco na permanência na Série A Catarinense. Além de cumprir o objetivo, garantiu vaga inédita na Série D e Copa do Brasil. A equipe eliminou o Figueirense e foi à final contra o Brusque. Após dois empates, o título ficou com a equipe de melhor campanha, o Brusque.


Na equipe do litoral catarinense, Luan comandou jogadores experientes, como Jorge Henrique, Campeão do Mundo com o Corinthians. Em entrevista ao Globo Esporte, o atleta disse que Luan lembrava muito o perfil do técnico Tite, quando trabalharam juntos na equipe paulista.


De modelo propositivo, o Caxias busca com o novo comandante uma ruptura na forma de jogar para conquistar o acesso à Série C do Brasileirão. 


Foto: Vitor Soccol/Caxias/Divulgação