Pandemia: Presidente da FGF fala sobre a Terceirona Gaúcha

O futuro da Terceirona Gaúcha (popularmente conhecida) ainda não foi definido. Prevista para ter iniciado em abril, o campeonato foi adiado devido à pandemia do novo coronavírus. Durante entrevista ao peleiafc.com nesta semana, o presidente Luciano Hocsman comentou sobre a Segundona Gaúcha (nome oficial).


De acordo com mandatário da Federação Gaúcha de Futebol, a Terceirona tem os mesmos problemas que a Divisão de Acesso se a bola rolar. São várias cidades envolvidas que precisariam liberar treinos e jogos, protocolos rígidos de saúde, testagem dos profissionais e um alto número de clubes envolvidos. São 15 times, o Três Passo foi o único a oficialmente desistir da competição.


"A Segunda Divisão está mais ou menos na mesma batida da Divisão de Acesso. Tem um custo muito alto para se fazer no sentido das testagens, das pessoas transitando pelo estado. Estamos aguardando para ter uma decisão conjunta. Estamos matando um leão por dia. Já fizemos algumas conversas com pessoal, mas vamos ter que esperar mais um pouquinho", declarou


Questionado pelo jornalista Tiago Nunes se a Federação pode tomar uma decisão sobre o futuro da competição sem consultar os clubes, o presidente foi objetivo. "Pode, até porque é uma competição de adesão", contou.


Outro facilitador para uma decisão é que o campeonato não iniciou. Luciano Hocsman tem adotado a cautela e sempre dialogado com todos os clubes, o mesmo deve ocorrer com a Terceirona antes de um posicionamento. Contudo, é inegável que existe uma tendência de cancelamento pelos altos custos, assim como a Série A2.