Partida é concluída e Guarani vence o São Paulo

O Guarani venceu o São Paulo por 1 a 0 na tarde desta terça-feira (05), na continuidade da partida que havia sido suspensa na segunda-feira, pelo encerramento da 12ª rodada do Gauchão Série A2 - Divisão de Acesso. O jogo disputado no Estádio Edmundo Feix acabou paralisado após o árbitro Rodrigo Crivellaro ser agredido pelo jogador William Ribeiro e precisar de atendimento no hospital. Crivellaro recebeu alta nesta manhã e passa bem.


O placar foi construído ainda na noite anterior, com gol marcado por Yan Petter, aos 11 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Guarani encosta no próprio São Paulo, quinto colocado e primeiro time fora da zona de classificação à próxima fase. As equipes estão separadas por um ponto (15 a 14), enquanto o Inter-SM, quarto colocado, tem 17 pontos.


Antes do reinício do jogo a partir dos 14 minutos do segundo tempo, momento em que houve a agressão, o árbitro Tiago Lucas Rodrigues apresentou de forma simbólica o cartão vermelho a Emilio, capitão do São Paulo, para oficializar a expulsão de William Ribeiro. Os jogadores dos dois times aplaudiram o gesto.


Com a bola rolando, o Guarani seguiu a estratégia da primeira parte do jogo e pressionou bastante o São Paulo. Nena teve ótima oportunidade de ampliar o placar, mas chegou atrasado para desviar a bola que estava quase em cima da linha do gol. Aos poucos, o São Paulo passou a atacar mais. O zagueiro Rambo teve uma boa chance na área, porém finalizou por cima.


Imagem: FGF TV

Fonte: Lucas Rizzati/FGF