Por dívida trabalhista, estádio do Lajeadense vai a leilão

O grande problema dos clubes do interior do estado é relacionado as dívidas trabalhistas. Equacionar essa matemática não é fácil e demora. O Lajeadense está passando por um momento delicado neste ponto.


Conforme informação divulgada pela Rádio Independente, o estádio Alviazul foi colocado em leilão. O motivo é uma dívida de R$ 143 mil com um ex-atleta. A ação foi impetrada em 2014 e não cabe mais recurso, segundo a emissora.


O procedimento está marcado para o dia 8 de julho, às 14h. A informação consta no site Sheid Leilões, com a seguinte descrição:


ÁREA DE 51.163,75M², CONTENDO UM ESTÁDIO DE FUTEBOL, COM ARQUIBANCADAS, VESTIÁRIOS, ESCRITÓRIOS E SALA DE GINÁSTICA, SITUADO NA ERS 130, BAIRRO FLORESTA, LAJEADO/RS


Uma área de terrenos com a superfície de 51.163,75m², contendo um estádio de futebol, com arquibancadas, vestiários, escritórios e sala de ginástica, situado na zona urbana desta cidade, na ERS 130, Bairro Floresta, setor 12, quadra 2.210, lote 282, confrontando-se pela frente, a leste, na extensão de 282,00 metros com a Rodovia RS/130, pelos fundos, a Oeste, na extensão de 278,00 metros com uma área rural de propriedade de Adoldo Theobaldo Hepp, por um lado, ao norte, na extensão de 200,00 metros com propriedade de Antonio Weiler e, pelo outro lado, ao sul, na mesma extensão com propriedade de Adolfo Theobaldo Hepp e uma estrada municipal, sem quarteirão formado e sem distância de esquina, matrícula nº 8.026 do Lajeado/RS


Conforme informação apurada pela emissora junto ao assessor jurídico do clube, Henrique Ruschel, a parte que irá a leilão corresponde a metade do total pertencente ao clube, já que são duas matriculas. A área total do estádio é avaliada a R$ 5,8 milhões. O lance mínimo é de R$ 3,07 milhões.


O jurídico do Lajeadense busca alternativas para evitar a concorrência. Hoje, o clube tem uma dívida trabalhista estimada em R$ 800 mil de casos que não cabem mais recurso de outros ex-jogadores. Uma gabinete de crise foi instaurando pelo clube para tratar desses casos.


Imagem: Reprodução