Relembre os campeões da Recopa Gaúcha

Grêmio e Santa Cruz decidem neste domingo (6) a oitava edição da Recopa Gaúcha, em partida marcada para as 10h30min, na Arena, com transmissão da RBS TV. De um lado, o Tricolor chega para disputar a taça pelo terceiro ano consecutivo, com a chance de chegar ao título pela segunda vez. Já o Galo tentará o feito inédito.


A Recopa Gaúcha 2021 reúne os campeões do Gauchão e da Copa FGF na temporada de 2020. No ano passado, o Grêmio sagrou-se campeão estadual ao vencer a decisão diante do Caxias. Já o Santa Cruz levou a taça da Copa FGF - Troféu Ibsen Pinheiro, ao derrotar o São José na final - o título ainda classificou o Galo para a Copa do Brasil deste ano.


- Esse ano a Recopa ganhou um destaque ainda maior pelo fato de que será realizada em um jogo a parte do Gauchão. Foi feito um esforço muito grande pela Federação e pelos clubes para que pudéssemos viabilizar uma data - avalia o presidente da FGF, Luciano Hocsman.


Os clubes chegam na decisão em igualdade de condições. Ou seja, quem vencer sobe ao pódio para receber as medalhas e levantar a taça - não haverá premiação para o vice. Se a partida encerrar empatada, a decisão irá para as penalidades.


Com dois títulos cada, Inter e Pelotas são os maiores vencedores da Recopa. Campeão em 2019, o Grêmio também tenta igualar esse número. São José e Lajeadense são os outros clubes que ergueram a taça.


Confira abaixo todos os campeões


2020: Pelotas

O Pelotas venceu o Grêmio, montado com o time de transição, nos pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo normal. O Lobo fez 5 a 4 nos pênaltis e ficou com a taça na Boca do Lobo.


2019: Grêmio

Com Renato Gaúcho no comando, o Grêmio foi com força máxima e aplicou 6 a 0 no Avenida, na Arena. Luan e Everton marcaram duas vezes, cada, enquanto Felipe Vizeu e Leonardo Gomes completaram a goleada.


2018: São José

Em uma fórmula de jogos de ida e volta, o São José levou a melhor e venceu o Novo Hamburgo, campeão estadual em 2017. O Zeca venceu as duas partidas. No confronto de volta, o centroavante Igor Nobre marcou um golaço de bicicleta e garantiu o título.


2017: Inter

O Inter superou o Ypiranga nos pênaltis, após empate no tempo normal, no Colosso da Lagoa. O time de Erechim saiu na frente, com Talles Cunha, mas Brenner deixou tudo igual no tempo normal.


2016: Inter

O Inter venceu o São José nos pênaltis, no Passo DAreia, após empate sem gols no tempo normal. O goleiro Alisson defendeu duas cobranças e garantiu o título.


2015: Lajeadense

O Lajeadense se sagrou campeão da Recopa ao superar o Inter nas penalidades, após empate em 1 a 1 no tempo normal, na Arena Alviazul. No tempo normal, Gilmar abriu o placar para os donos da casa, mas Ernando igualou. Luiz Muller defendeu duas cobranças de penalidade e foi o herói do jogo.


2014: Pelotas

O Pelotas foi o primeiro campeão da competição. Na Boca do Lobo, o time local venceu o Inter por 3 a 2. O time sub-23 colorado saiu na frente com dois gols do lateral Cláudio Winck, mas Felipe Garcia (duas vezes) e César Santiago viraram.



Por: Diego Guichard/FGF