São José retoma as atividades no Estádio Francisco Novelletto

O São José retomou as atividades, colocando em prática um criterioso protocolo médico no seu estádio, nesta segunda-feira. Conforme os regramentos do distanciamento controlado em vigor no Estado, com a bandeira laranja, Porto Alegre é uma das cidades que tem autorizadas atividades individualizadas e com segurança para clubes profissionais.


A retomada será dividida em pequenos grupos de no máximo seis atletas, e na organização do estádio em postos que representarão etapas fundamentais para garantir o trabalho com o máximo de segurança contra o coronavírus. Usando máscaras e já uniformizados, os atletas farão a higienização logo ao chegarem no estádio. Na sequência, terão a temperatura medida e farão exames médicos. Só então serão liberados para o trabalho em grupos, mantendo o distanciamento. Somente os atletas e integrantes da comissão técnica terão acesso ao campo.


Após o treino, os cuidados continuarão. Novamente haverá higienização e a saída será em outro portão, garantindo um fluxo único a todos que estiverem no Passo d'Areia, e assim reduzindo a possibilidade de contato físico.


Mas este protocolo teve início muito antes da data prevista para retomada dos trabalhos. No departamento médico, ele começou a ser trabalhado logo que a pandemia se configurou. A partir de publicações científicas chinesas e europeias, e a análise da Covid-19 relacionada ao esporte, o São José foi o primeiro clube do Gauchão a apresentar à FGF um protocolo detalhado.


Por vídeo, a equipe médica fez pequenas entrevistas, conhecidas como anamnese, para apurar a rotina de cada atleta durante a parada. Fatores como viagens, contatos e forma de isolamento de cada um foram levados em consideração no momento de fechar as escalas dos grupos de trabalho e os cuidados que seriam necessários neste retorno.


Além disso, nas últimas duas semanas, toda a estrutura do Estádio Francisco Novelletto passou por duas desinfecções, que serão repetidas semanalmente ao longo do período de pandemia.


Na última semana, os clubes da primeira divisão do Gauchão aprovaram a proposta para um possível retorno da competição entre a metade de julho e o começo de agosto. Algo que dependerá, no entanto, da evolução da pandemia e da posição das autoridades sanitárias do Estado.


Foto: Eduardo Torres/São José Futebol

Fonte: Site São José Futebol