Se eleito, Jauri já tem encaminhada comissão técnica do Inter SM para 2020

O Internacional de Santa Maria vive um momento de escolhas nos bastidores do clube. Em outubro tem eleição para definição do novo presidente para a temporada de 2020. Ao contrário dos últimos anos, já surgiu um nome interessado em assumir o time da região central do estado.


Responsável pelo setor financeiro do Inter de Santa Maria, Jauri Daros, afirmou ter o desejo de ser o presidente do ano que vem. A confirmação veio em entrevista ao programa Arena Esportiva, da Rádio Imembuí. Atualmente, Daros também é 2º vice-presidente da gestão Luis Cláudio Mello. O dirigente trabalha no estádio Presidente Vargas há dois anos e foi um dos responsáveis por organizar administrativamente o alvirrubro nas últimas duas temporadas.


Ele admite que a situação financeira do clube ainda é difícil, mas alguns projetos já foram implantados para buscar o equilíbrio. Inclusive, Jauri já está montando a sua chapa para concorrer ao pleito.


Durante sua fala ao programa esportivo, o dirigente explicou alguns de seus planos e disse que pretende contar com o trabalho de César Saccol no comando do departamento de futebol. Ele explicou que também já tem a comissão técnica encaminhada para 2020 e quer contar com o retorno do técnico Sananduva. O treinador assumiu o Inter SM em um momento conturbado na Divisão de Acesso e fez um trabalho de recuperação no campeonato.


"A comissão técnica do clube está formada. Comissão técnica, não o treinador (...) O Ed, o Guile e o Mateus. Eu vou ser sincero. Hoje, se eu for presidente, o Sananduva volta. Gostei muito do trabalho que ele realizou. Ele pegou um time bem decaído. Eu gostaria que ele viesse. A intensão é fazer um time mais aguerrido ano que vem", declarou o futuro candidato.


Por outro lado, um grupo de torcedores pede o retorno do ex-presidente Heriberto Marquetto, mas o dirigente ainda não manifestou interesse público em concorrer.


Imagem: Facebook/Rádio Imembuí