Sindicato vai antecipar cota de R$ 500 para árbitros e assistentes

Desde o início da pandemia do coronavírus o Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio Grande do Sul (Safergs) vem analisando medidas para amenizar os impactos da crise sanitária. Recentemente, o Sindicato decidiu que os associados estão isentos dos pagamentos das mensalidades de março e abril. Além disso, a entidade manteve o pagamento do seguro de vida dos sindicalizados. Agora, após levantamentos realizados, o Safergs decidiu em ação conjunta com a Federação Gaúcha de Futebol que fará o adiantamento de R$ 500 reais para árbitros e assistentes da FGF que manifestaram nos últimos dias a necessidade de antecipar taxas de arbitragem. Para receber o valor, árbitros e assistentes assinarão um termo elaborado pelo Sindicato, que por sua vez fará o depósito. O valor antecipado será descontado em jogos futuros. Além dessas medidas, outras ações estão sendo estudadas pelo Safergs com a intenção de diminuir os impactos da pandemia. A entidade também reforça que trabalhadores autônomos e informais são elegíveis para receber o auxílio emergencial de R$ 600 mensais, conhecido como “coronavoucher”, do governo federal. O termo de compromisso para árbitros e assistentes da FGF ainda está sendo elaborado e será enviado por e-mail nos próximos dias para preenchimento.

Foto: Victor Lannes / Safergs

Texto: Site da Safergs