Soledade almeja jogar a Copa São Paulo

Atualizado: Jun 3

Fundado em agosto de 2015, o Soledade completa cinco anos nesta temporada. O clube é um dos mais caçulas do futebol gaúcho e começou a jogar competições da Federação Gaúcha de Futebol nos últimos três anos. Inclusive, em 2018, o time entrou em campo pela Copa Wianey Carlet, tendo Márcio Jonatan com artilheiro com 10 gols.


Na última edição do "Peleia FC Entrevista", no sábado, o presidente do clube, Francisco Lodi comentou sobre o trabalho desenvolvido. Segundo ele, o foco é a formação de atletas para o futebol gaúcho.


"O clube tem cinco anos, mas ele foi pensado há dez anos. 2019 foi um ano bem complicado financeiramente com queda de receitas. Mesmo assim conseguimos êxito dentro de campo. Tínhamos a projeção maior de receitas neste ano, mas a pandemia pegou os clubes de uma maneira que dificulta até a sobrevivência das equipes", contou Lodi.


De acordo com o dirigente, o Soledade trabalha com atletas de 15 a 19 anos. É uma filosofia do clube jogar competições com jogadores mais jovens. No grupo principal são 35 atletas, inclusive estrangeiros.


Além da formação profissional, o Soledade almeja jogar a Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2021. A competição é a grande vitrine do futebol de base no Brasil. Contudo, para conseguir uma vaga, o clube ou tem que ser indicado pela FGF ou se classificar pelo ranking do Gauchão Sub-20, competição que o Soledade vai participar no segundo semestre.


"O grande objetivo é formar atletas. Dentro de campo a gente quer jogar a Taça São Paulo, Terceira Divisão, Segunda, Primeira (...) O Soledade beliscou uma vaga na Série D pela Copa Wianey Carlet. O Soledade é muito novo, temos décadas. Essa disputa da Copa São Paulo seria interessante até para divulgar o nosso trabalho, o nosso estilo de jogar futebol", explicou o presidente ao jornalista Tiago Nunes.


Confira a entrevista na íntegra