Técnico do Aimoré é vítima de racismo durante jogo no Estádio Cristo Rei


O Aimoré entrou em campo na tarde deste sábado pela Série D do Brasileirão. Em confronto gaúcho, o índio capilé recebeu o São Luiz de Ijuí. A partida no Estádio Cristo Rei terminou com placar de 2 a 1 para o time de São Leopoldo. Contudo, o jogo foi marcado por um caso de racismo.


Após o apito do árbitro, o próprio Aimoré se manifestou nas redes sociais com uma nota de repúdio. Segundo o clube, o técnico Edinho Rosa foi vítima de insultos racistas. Um torcedor, que estava na arquibancada, teria praticado o ato. Segundo o clube, a pessoa foi identificada e encaminhada pela Brigada Militar à delegacia de São Leopoldo.


"Mais um episódio para lamentarmos. Na tarde deste sábado (14), em partida válida pela 5ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, em que o Clube Esportivo Aimoré recebeu o Esporte Clube São Luiz, nosso treinador, Edinho Rosa, sofreu ataque racista. O criminoso foi identificado pelo nosso treinador e encaminhado pela Brigada Militar para a delegacia. Reiteramos nosso compromisso contra o racismo e prestamos solidariedade e todo apoio ao treinador Edinho Rosa", declarou o clube em nota oficial.