Técnico do Brasil balança no cargo: "São oito meses muito difíceis"

O futuro do técnico Jerson Testoni no Brasil de Pelotas é incerto. O time acumula três derrotas seguidas na Série C do Brasileirão e ocupa a zona de rebaixamento com apenas seis pontos em oito jogos.


No último sábado, o Xavante perdeu por 3 a 0 para o ABC, líder da competição. Na próxima rodada, encara o Mirassol, vice-líder, também fora do Rio Grande do Sul.


Após a derrota em Natal, no Rio Grande do Norte, o técnico concedeu uma entrevista coletiva em tom de desabafo.


"Eu não falo de jogadores individualmente. A gente faz o nosso melhor, vivemos em prol do clube, pra tentar melhorar a situação. Não vou externar o que se passa no dia a dia, internamente, mas acho que tem pessoas responsáveis pra falar sobre isso. Estou há oito meses no clube, oito meses muito difíceis na minha vida profissional e pessoal. O que a gente vive é complexo, mas não vou expor nada, vou segurar pra mim. O ser humano tem que assumir as responsabilidade", afirmou o treinador.


Foto: Brasil/Divulgação