Técnico do Caxias teme mudança para bandeira vermelha na semana de reinício dos treinos


O técnico campeão do primeiro turno do Gauchão foi o nosso entrevistado na quinta-feira. Rafael Lacerda falou sobre a paralisação do futebol e o recomeço dos trabalhos visando a reta final do estadual. O Caxias é o único com vaga garantida na grande decisão do Campeonato Gaúcho 2020.


Os comandados do técnico Rafael Lacerda estão treinando fisicamente no estádio Centenário. Todos os testes para covid-19 deram negativos. Neste momento, com a bandeira laranja, o clube pode realizar apenas trabalhos físicos com restrição de 25% da capacidade.


O treinador revelou ao jornalista Tiago Nunes, no "Peleia FC Entrevista" uma preocupação quanto a possibilidade de mudança da cor de bandeira para a região onde está a cidade de Caxias do Sul. Hoje, o município está na bandeira laranja, mas caso passe para a vermelha, os treinos terão de parar.


"É uma situação muito delicada. Realmente vi que foi mudado um pouco de como vai ser contabilizado e preocupa. Os jogadores estavam 80 dias parados, daí tu retorna, realiza os testes, faz os testes físicos e os primeiros dias são difíceis, e quando vê, tu para de novo", contou Lacerda.


Na opinião dele, todos os profissionais ligados ao futebol estão sendo testados para o novo coronavírus. O treinador defende uma flexibilização no futebol devido a todos esses cuidados. Lacerda também reforça o rigoroso protocolo submetido para a volta das atividades.


"A gente chega no clube os caras estão com roupa de astronauta, como a gente brinca. Acho que tem mais álcool gel do que água, mede temperatura (...) é um cuidado que o atleta não tem em casa. No meu entendimento deveria ter uma flexibilização para o futebol e para os clubes que estão tendo o cuidado. Mas se vir uma ordem do governo e tiver que parar de treinar vamos ter que parar", pontuou o técnico grená.


CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA COM TÉCNICO DO CAXIAS