Técnico do Riograndense-SM, afirma: Eu quero um grupo. Não quero um time

Terminou a primeira semana de avaliações do Riograndense de Santa Maria. O clube voltou as atividades com as categorias sub-17, 18 e 19. Mais de 60 jovens participaram da seletiva no gramado do estádio dos Eucaliptos. Agora, cerca de 37 jogadores seguirão trabalhando na casa do esmeraldino. Conforme o técnico Leonardo Ribeiro, o foco é ficar com 25 ou 30 jogadores.


"Primeiro quero agradecer aos meninos que vieram para o Riograndense. A gente fez uma filtragem ficando com 36, 37 meninos e começamos os trabalhos. Agora é começar o trabalho com planejamento mais estruturado com treinos físicos e com bola, e ver quem consegue entender a nossa metodologia. Claro que gostaríamos de ficar com todos, mas vamos reduzir para 25 e 30 para que possamos dar uma trabalhada e ter um grupo para o final, mas vamos deixar as portas abertas para outros meninos que quiserem vir jogar", declarou o treinador em entrevista disponibilizada pela sua assessoria.


Ribeiro quer montar um grupo forte para a disputa da Terceirona Gaúcha de 2020. Ele frisou não querer apenas um time com 11 jovens.


"Todo mundo quer jogar do meio para frente, ninguém quer ser zagueiro ou lateral. Então, a gente sabe que tem uma dificuldade muito grande. Nós queremos um grupo e não um time. Um time são 11, quero um grupo com 25. Não quero uma estrela. A gente quer formar um grupo que quando um não tiver bem, o outro vem para suprir. Um grupo pegador para encarar a Terceirona", contou.


Imagem: Arquivo Pessoal