"Temos que estudar bem o adversário, analisar os pontos fracos e explorar isso", afirma Forster

No próximo domingo, às 16h, o Juventude começa a decidir uma vaga na grande final do Campeonato Gaúcho 2021. Os comandados de Marquinhos Santos enfrentam o Internacional. O primeiro jogo será no estádio Montanha dos Vinhedos. A partida de volta, daqui uma semana, será no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.


O experiente zagueiro Rafael Forster, disse que a classificação tem que ser muito comemorada, pois o time teve um começo irregular no estadual e estava há alguns anos tentando chegar na fase eliminatória.


"Tem que comemorar por tudo que foi passado nesta temporada do Campeonato Gaúcho. Começamos mal, não conseguindo pontuar e na última rodada, você fora do G4, precisando vencer e torcer para outros resultados (...) e terminamos em terceiro dependendo de resultado. São as pequenas vitórias que fazem com que o time tenha objetivo final", declarou o defensor.


Forster evitou falar sobre a estratégia que o time irá adotar para o primeiro duelo contra o time da capital. Conforme o zagueiro, o verdão precisa estudar muito o Inter e ter cuidado com as individualidades da equipe adversária.


"Temos que respeitar o Inter, ver jogador por jogador, as individualidades que são fortes e o coletivo também. A gente está entrando nos jogos sabendo o que tem que fazer. Temos muito que melhorar, é uma etapa, é um time que está sendo formulado para o Brasileiro, mas hoje a nossa realidade é o Inter e temos que estudar bem para não ser surpreendido", contou.


Foto: TV PAPO/Divulgação