Testes para a COVID-19 marcam a reapresentação do São Luiz

A reapresentação do elenco do São Luiz ocorreu nesta quinta-feira, 25/06, no Estádio 19 de Outubro. Ao todo, 14 atletas profissionais e 8 jogadores da base participaram. Além disso, a reapresentação seguiu o protocolo da Federação Gaúcha de Futebol, com testagem para a COVID-19.


De Brasília, 5 jogadores da base da equipe Legião Futebol Clube – que trabalha com as categorias de base, é referência em Brasília, realizaram exames antes da viagem. Além destes, os atacantes Rafael Santos, 20 anos, ijuiense que jogou quatro anos na base do Grêmio, Dionata Piolho (artilheiro do sub-17 em 2019) e Guilherme Rech, 20 anos, que vem do Luso de Portugal, irão treinar junto com o grupo alvirrubro.


Os atletas que vêm de Brasília são: Jonatha de Araújo Carvalho, Luccas M Conceição Rodrigues, Willian Oliveira da Silva, Luigi A. Torres Corso, Vagner Ferreira da Silva.


O laboratório que realizou os exames nos 38 profissionais do clube, incluindo atletas, comissão técnica e colaboradores, é convocado pela Federação Gaúcha de Futebol.


De acordo com Tiago Ávila – fisioterapeuta do São Luiz e representante do Departamento Médico do clube, a dinâmica da testagem para COVID-19 consiste na coleta da mucosa nasal.


“O teste chamado RT PCR é feito através de uma espécie de cotonete inserido na narina, esse teste é padrão para diagnosticar a COVID-19, a confirmação é obtida através da detecção do RNA do vírus”, explica Tiago.


A análise dos testes ficará pronta na sexta-feira ou no máximo sábado, 27/06. A partir dos resultados, o Departamento Médico do clube segue com os procedimentos necessários.


“A partir desses exames, conseguimos detectar se alguém precisa ficar em quarentena, ou realizar algum tipo de tratamento, e se podemos liberar os treinamentos físicos”, complementa Tiago.


Foto: Divulgação/São Luiz