TJD: Novo Hamburgo é absolvido de acusações de racismo

O Novo Hamburgo (ECNH) foi absolvido das acusações de racismo da torcida, no caso envolvendo o atleta do Internacional Carlos Miguel, na partida diante da equipe de Porto Alegre, realizada no dia 25 de agosto, no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada. O jogo foi válido pela Copa Verardi.

Dois dos três auditores do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) votaram por isentar o clube de qualquer punição.

Estiveram à frente da defesa do Noia o vice-presidente jurídico Alexandre Barrili Busato e a advogada Kelly Aline Bruce.