Três clubes do interior já colocaram seus estádios à disposição para vacinação

Com o começo da vacinação contra a covid-19 a partir do dia 20 de janeiro, quarta-feira, às 10h, clubes de futebol do interior do Rio Grande do Sul colocaram suas estruturas a disposição.


Com espaços amplos, pelo menos três times já se manifestaram oficialmente colocando seus estádios para as prefeituras locais. Vale lembrar que inicialmente cerca de 300 mil doses chegam ao estado nesta segunda-feira. A vacinação em massa é projetada para a partir de março ou abril.


O Caxias colocou de forma oficial, a estrutura do Estádio Centenário à disposição da Prefeitura para ser um dos centros de vacinação contra a Covid-19.


"Neste momento crítico, é importante unirmos as forças para combater a pandemia! Uma ação desse porte alimenta ainda mais o ideal de que um clube de futebol deve ultrapassar as quatro linhas e que, com a ajuda e empenho de todos, pode fazer que este momento adverso seja uma prova de união", declarou o clube em nota.


Já o São Paulo colocou o Estádio Aldo Dapuzzo à disposição da Prefeitura do Rio Grande para ser um dos pontos de vacinação contra a Covid-19. O presidente Deivid Pereira entregou um ofício à Secretaria de Saúde informando a intenção do clube em ceder sua casa para a imunização dos rio-grandinos.


“Sabemos que as autoridades estão preparando o plano de ação para o recebimento da vacina. O que queremos é renovar a intenção do São Paulo de estender a mão à comunidade nesse momento que tanto aguardamos. Imaginamos que nossa estrutura possa ser usada para a imunização em massa sem a necessidade de aglomeração”, disse o presidente Deivid Pereira. Em março do ano passado, o estádio também foi colocado à disposição das autoridades competentes para ações de combate e tratamento ao Coronavírus. Na ocasião se cogitou a implantação de um hospital de campanha ou ainda a utilização do gramado para a estruturação de um 'heliponto', estrategicamente posicionado próximo ao Hospital de Cardiologia", afirmou o dirigente.


Ainda na zona sul do estado, o Pelotas também colocou a Boca do Lobo à disposição das autoridades de saúde.


"Nunca será só futebol! O Esporte Clube Pelotas coloca as dependências do estádio da Boca do Lobo e do Parque Lobão à disposição da Prefeitura Municipal para a vacinação contra a Covid-19", declarou o clube em nota.


Foto: Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil