Tradicional estádio de Cruz Alta é vendido em leilão

Diversos torcedores lamentaram, nas redes sociais, o fim do Guarany de Cruz Alta. O time centenário, fundado em 1913, fechou as portas em 2001 devido as dívidas. O último capítulo desta história foi na semana, quinta-feira, com o leilão da área do estádio Taba índia, um dos mais antigos e tradicionais campos do interior do estado.


No passado, o pavilhão era de madeira, construído em 1942, mas em 1980 passou uma reforma, ganhando arquibancadas novas e um sistema de iluminação. Na década de 1980, o clube chegou a disputar o Campeonato Gaúcho da Série A.


O rival, Cruz Alta, postou nas redes sociais uma nota lamentando o ocorrido. A área do estádio foi arrematada no leilão por um empresário. O espaço deverá receber um empreendimento imobiliário. O terreno foi comprado por pouco mais de um milhão de reais.


"Dia triste para o futebol de Cruz Alta. A área do Sport Club Guarany foi leiloada e arrematada por uma empresa privada. O legado e toda história do Guarany e da Taba jamais serão esquecidos pelo torcedor gaúcho", declarou o Cruz Alta em nota.


O primeiro jogo do Guarany foi um empate em 2 a 2 contra o Cruzaltense, clube que seria incorporado ao Guarany dois anos depois. Em 1919, disputou um amistoso com o Riograndense de Ijuí e aplicou a maior goleada de sua história: 21 a 0. P time chegou a ganhar o Campeonato Gaúcho - 2ª Divisão três vezes (1954, 1955 e 1987). Em 2001, o clube jogou seu último torneio, a segundona gaúcha.