Tupi deve se reforçar para o retorno do Acesso


Enquanto algumas equipes enfrentam dificuldades para a sequência da Divisão de Acesso, outras seguem com pensamento forte. O Tupi, de Crissiumal, deve até se reforçar para o retorno da Série A2, previsto inicialmente para agosto.

Durante o "PELEIA FC ENTREVISTA", na última sexta-feira, o técnico Fabiano Borba contou sobre o momento vivido pelos profissionais da bola. Com a paralisação do futebol, os clubes do Acesso estão 100% parados. Nesta segunda-feira tem uma videoconferência entre os dirigentes e a FGF para definir o rumo da competição.


Trabalhando com a possibilidade de retorno do campeonato, Borba revelou que o clube deve buscar novos nomes para sequência da Série A2. São projetados quatro reforços, conforme o treinador.


"O grupo quando voltar pode ter algumas mudanças, poucas. A gente está analisando com todo cuidado. Temos um ou dois jogadores emprestados. Mas também tem alguns jogadores que estamos contando, quem sabe uns 3 a 4 reforços para brigar pelo Acesso. Conversamos com a diretoria diariamente. Jogadores que conversamos já demonstraram interesse. Estamos em busca de dois atacantes, um meia, um zagueiro também", contou o treinador ao jornalista Tiago Nunes.


Hoje, o clube tem uma das folhas mais baixas da Série A2. Segundo o treinador, o valor gira na casa dos R$ 30 mil por mês. Ele também valorizou o trabalho da direção do rubro-negro. Atualmente, por exemplo, o estádio vem ganhando sistema de iluminação para o clube mandar seus jogos à noite.

CONFIRA O PELEIA FC ENTREVISTA NA ÍNTEGRA



Imagem: Reprodução/PeleiaFC