"Um jogo que deixará de aprendizado a necessidade de acreditar mais", afirma Pingo após derrota

Tem noites em que os deuses do futebol castigam, e a vitória que parece tão próxima escapa em um lance. Foi assim a segunda-feira do São José no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina. Depois de sair atrás no placar e buscar a igualdade no primeiro tempo, o São José foi superior no segundo tempo, teve as oportunidades para a virada, mas não marcou. O Criciúma, aos 39 minutos, foi eficiente e marcou o 2 a 1 que deu números finais ao resultado do jogo.


Com a derrota, o Zeca para nos 11 pontos na tabela e mantém o oitavo lugar após a 11ª rodada, dois pontos a frente da zona de rebaixamento e agora, a nove da zona de classificação.


"Este vai ser um jogo que deixará de aprendizado a necessidade do time de acreditar mais, e acreditar sempre. Antes do jogo nós falávamos que conseguiríamos ter a bola e sermos superiores ao adversário, e que as oportunidades apareceriam. Infelizmente, não tivemos a felicidade nas finalizações. Hoje, posso dizer que perdemos três pontos. Deixamos escapar, e isso não pode mais acontecer", disse o técnico Pingo ao final da partida.


Para o treinador, sofrer um gol no final do jogo foi determinante. "Não tivemos tempo para reagir. Hoje nossa equipe jogou com a bola, esteve com a postura e a forma de jogar que eu gosto. Ainda temos que fazer alguns ajustes, especialmente nas bolas cruzadas para a área, mas trabalharemos ao longo da semana e seguiremos acreditando", avisa o técnico Pingo.


Aliás, Pingo deverá ser desfalque contra o Ituano no próximo sábado, no interior paulista. Depois de encerrada a partida, o técnico foi expulso pela arbitragem. Minutos antes, Cláudio Maradona também levou o cartão vermelho quando estava no banco de reservas, já substituído.


Foto: Celso da Luz/Criciúma EC