Vice de futebol do Juventude já fala em Série B

O Juventude não conseguiu vencer o Avaí neste final de semana pelo Brasileirão. O alviverde empatou em 1 a 1 e está cada vez mais perto da Série B. A pressão em cima do técnico Umberto Louzer aumentou. O treinador não conseguiu fazer a equipe evoluir. Contudo, a direção não pensa em trocar o comando técnico. Entre os motivos, o pensamento na temporada de 2023, conforme o vice de futebol Osvaldo Pioner.


"Para movimentar qualquer situação de comissão técnica vamos ter que conversar com toda diretoria para ver se é um passo de terminar o ano ou começar o ano que vem. Vamos aguentar no peito as críticas. Se chegar e dizer Umberto está fora e qual é a solução ? Simplesmente trocar o Umberto é simples, mas e amanhã ? Quem está disponível ? Qual treinador seria o ideal para tocar uma Série B?", refletiu o dirigente alviverde.


É a primeira vez que o vice de futebol do Juventude admite um rebaixamento e fala publicamente sobre a Série B, pois os resultados de campo demonstram essa realidade para o time de Caxias do Sul. Sobre terminar o campeonato com dignidade e não virar um saco de pancadas, Pioner afirmou:


"Vamos tentar encerrar bem este campeonato e deixar bem preparado alguma coisa para o ano que vem. Está cada vez mais difícil, vamos pensar no Juventude. Não podemos concluir que foi um erro chegar na Série A. Estamos com clube saneado, com contas em dias, temos orçamento para o ano que vem, vamos começar uma Série B. Calma tem muita coisa boa, está tudo organizadinho", finalizou.


Imagem: Reprodução/TV PAPO