top of page

Xavante perde de virada no Mineirão

Jogando no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, o Brasil-Pel perdeu de virada para o Atlético-MG por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil 2023. João Marcus abriu o placar para o Xavante, enquanto Battaglia e Hulk viraram para o Galo. Com o resultado, o Brasil-Pel precisa vencer por dois gols de diferença o duelo da volta para ficar com a vaga nas oitavas de final. Em caso de vitória gaúcha por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 26 de abril, às 19h30, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas.


O jogo:


O Atlético-MG começou propondo o jogo e buscando o ataque. Aos quatro minutos, Bruno Fuchs aproveitou uma sobra na área, bateu de primeira e Marcelo Pitol fez grande defesa. Aos 10, Dodô cruzou da esquerda e Isaac cabeceou com perigo pela linha de fundo. O Brasil-Pel tentava se defender e escapar nos contra-ataques. A primeira chegada do Xavante foi aos 12. Da Silva foi derrubado na entrada da área. Mário Henrique cobrou falta e mandou sobre a meta de Everson. O Galo respondeu aos 21. Hulk cobrou falta de longa distância e carimbou o travessão. No restante da etapa inicial, o time mineiro teve mais posse de bola, mas a equipe pelotense marcava bem e conseguia parar as ações ofensivas do adversário.


A segunda etapa começou com o Brasil-Pel mais à vontade e atacando. Aos três minutos, Luis Gustavo arrematou da entrada da área e Everson segurou firme. Até que aos 10, Márcio Jonatan cobrou escanteio e João Marcus subiu no terceiro andar para cabecear e abrir o placar. Em desvantagem, o Atlético-MG partiu para o ataque. Aos 14, Saravia chutou de média distância e Marcelo Pitol espalmou. Aos 18, Hulk cobrou falta e mandou com perigo sobre o gol. A insistência do Galo deu resultado aos 21, Hyoran cobrou escanteio, Battaglia se antecipou à defesa e cabeceou para empatar.


Os mineiros seguiram no campo ofensivo e foram em busca da virada. Aos 26 minutos, Pavón arriscou de longa distância e Marcelo Pitol fez grande defesa. Mas aos 37, Hyoran foi puxado por Chicão dentro da área. Após consulta ao VAR, Edna Alves marcou pênalti. Hulk cobrou a penalidade e virou o placar.


Foto: Cristiane Mattos / Brasil-Pel

Fonte: Leonardo Fister/FGF

bottom of page