Zeca soma mais um ponto e segue nas cabeças

Mais um ponto para a conta e mais uma rodada do São José garantido no G4. O Zeca volta de Lucas do Rio Verde com mais um motivo para comemorar. A equipe comandada por Rafael Jaques conquistou o empate em 0 a 0 contra o Luverdense, no começo da noite deste sábado, e chega a 18 pontos, mantendo a vice-liderança do Grupo B do Brasileiro Série C. O jogo terminou somente depois de mais de uma hora de segundo tempo. É que, durante uma jogada dividida, o zagueiro da equipe mato-grossense, Luiz Eduardo, acabou sofrendo grave lesão no tornozelo e precisou ser socorrido pela ambulância até o hospital. Foram 20 minutos até o retorno do veículo de socorro ao estádio.

O Zeca tinha diante de si um adversário que dependia da vitória para continuar sonhando alto na competição, mas desde os primeiros movimentos a atuação defensiva do São José sobressaiu. A equipe conseguiu controlar o ímpeto do Luverdense. Na primeira metade da partida, os donos da casa chegaram apenas uma vez com perigo, forçando Fábio a fazer grande defesa, aos 24 minutos. O perigo do São José ficava por conta dos contra-ataques, com a dupla Cláudio Maradona e Matheusinho criando os espaços entre os marcadores adversários. Aos 29, Matheusinho chutou forte, cruzado, e a bola passou muito perto. Depois, aos 34, Maradona recebeu com liberdade e finalizou. A bola passou raspando a trave.

No segundo tempo, a tônica da partida se manteve. De um lado, o Luverdense tentava acelerar os movimentos, e acabava esbarrando na marcação até errar passes. De outro, as saídas em velocidade do Zeca levavam perigo. Foi assim que Maradona teve a melhor oportunidade da segunda etapa, em uma cabeçada defendida pelo goleiro aos 43 minutos (na verdade, 23 de bola rolando). Dez minutos depois, Fábio evitou o gol na melhor oportunidade dos donos da casa, em um contra-ataque.

O Luverdense ainda teve um jogador expulso, e aí, Rafael Jaques abriu o meio de campo, com Machado substituindo Tiago Pedra. O resultado foi o domínio da partida nos minutos finais. Machado finalizou três vezes de fora da área, mas parou no goleiro. E o placar ficou mesmo zerado.

“É um ponto a ser valorizado. Independentemente da campanha deles, é um adversário sempre complicado de se enfrentar na casa deles. Temos que valorizar a postura positiva dos jogadores. Coletivamente, nosso time esteve muito bem e tivemos, inclusive, mais conclusões que os donos da casa”, diz o técnico Rafael Jaques.

Com este resultado, o Zeca fechará a rodada dois pontos a frente do quinto colocado e mantém os oito sobre o Z2. Pela projeção atual de pontuação do Grupo B, com este empate, o Zeca estaria livrando a possibilidade de rebaixamento, ainda restando sete rodadas para o fim da primeira fase. “Somos estreantes na competição. Empatamos fora e isso é muito importante. Nosso raciocínio segue sendo o de sempre pontuar, nada de obrigação de vencer em casa. Não temos esse tipo de pressão”, avalia Jaques.

No próximo sábado, o São José tem o confronto gaúcho contra o Ypiranga, no Passo d’Areia.


Foto: Divulgação/São José/Facebook