1, 2, 3, 4 e 5: União Frederiquense É Campeão da Divisão de Acesso

O Gauchão Série A2 tem um novo campeão. Pela primeira vez em sua história, o União Frederiquense comemora o título da Divisão de Acesso. O troféu inédito começou a ser celebrado após a vitória por 5 a 0 sobre o Guarany na tarde deste domingo (28), na Arena União, em Frederico Westphalen.


Eliomar, Joãozinho e Tony Jr. (três vezes) marcaram os gols da goleada, construída ainda na etapa inicial. O jogo da ida, em Bagé, havia ficado empatado em 0 a 0. União e Guarany estão classificados para a primeira divisão do Campeonato Gaúcho, em 2022.


O jogo


Desde os primeiros minutos, o União Frederiquense deu mostras de que queria resolver o jogo cedo. Aos seis minutos, o centroavante Gabriel já tinha feito uma finalização perigosa, defendida por Copetti. Aos 15, saiu o gol. Novamente, Copetti tentou salvar chute de fora da área de Marquinhos. No rebote, porém, Eliomar ficou com a meta vazia para ir às redes: 1 a 0.


O União aproveitou o apoio da torcida e ampliou aos 20 minutos, em grande estilo. Tony Jr. invadiu a área, cortou o zagueiro e chutou no ângulo. Dois minutos depois, mais um gol. Joãozinho entrou cara a cara com Copetti e deslocou o goleiro com categoria. Aos 39, surgiu a goleada. E, mais uma vez, um belo gol de Tony Jr. O atacante entrou na área, girou sobre o zagueiro e soltou a bomba: 4 a 0.


O Guarany não desistiu, apesar do placar adverso. A principal esperança de gols do Alvirrubro estava depositada nas cobranças de falta. Mas, em três dessas oportunidas, o goleiro Luis Cetin fez três grandes defesas e garantiu o resultado para os donos da casa no primeiro tempo.


Na etapa final, mesmo com larga vantagem, o União seguiu em busca de gols. Aos oito minutos, Gabriel fez belo passe para Tony Jr. O atacante bateu forte e virou artilheiro musical: três gols na decisão e 5 a 0 no placar.


Além da goleada na final, o União perdeu apenas um de seus 20 jogos - derrota na estreia, para o Veranópolis. Depois disso, sustentou uma campanha de 19 jogos de invencibilidade, com o melhor ataque e a melhor defesa. Um enredo perfeito para time e torcida conseguirem, enfim, gritar "é campeão".


Fonte: Lucas Rizzati/FGF

Foto: Matheus Pé / FGF