1992 quer jogar a Terceirona em 2021 e buscará goleiro de seleção

Com 1.400 sócios, o 1992 quer entra em campo na Terceirona Gaúcha. Fundado pelo jogador Adriano Strack, o clube vem com um planejamento diferente. A ideia é se tornar autossustentável. Somente com a escolinha, em Carazinho, mais e 130 atletas estavam treinando no 92, mas com a pandemia os trabalhos foram prejudicados.


Em recente entrevista ao site Peleia FC, Strack revelou querer profissionalizar o clube em 2021 com o ingresso na Terceirona Gaúcha. O clube deve se filiar também a Federação Gaúcha de Futebol. O clube precisa antes conseguir o estádio e pagar uma taxa.


"Eu já queria colocar o time a jogar, mas infelizmente veio tudo isso. Agora vamos para a parte do futebol. Eu quero ano que vem estar na Terceirona. Conseguindo colocar o 92 a jogar a Terceirona será um sonho sem tamanho", declarou.


Adriano já vislumbra o time em campo. Inclusive tem em mente os primeiros reforços. O fundador espera contar com o goleiro da Bósnia, Adis Nurkovic.


"Tenho objetivo de trazer profissionais (jogadores). Inclusive eu já estava sonhando em trazer jogadores em Janeiro. Ia trazer um goleiro da Bósnia que chegou a jogar na Seleção, o Adis Nurkovic. Grande amigo meu e está em final de carreira lá e é um baita goleiro. Tinha já uma espinha dorsal do time, mas veio a pandemia e não deu certo. Mas quero dar oportunidade para base e muitos outros amigos que quero trazer", declarou.


Conforme Strack, o caminho um chegou a jogar a Copa de 2014 no Brasil com a seleção da Bósnia Herzegovina.